Meteorologia

  • 01 MARçO 2024
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 15º

Turista que morreu nos Pirinéus caiu após escorregar em escarpa

Autoridades francesas acreditam que Esther Dingley morreu após cair de uma altura de mais de 30 metros enquanto estava a caminhar sobre uma escarpa de pedra.

Turista que morreu nos Pirinéus caiu após escorregar em escarpa
Notícias ao Minuto

21:54 - 13/08/21 por Notícias ao Minuto

Mundo Pirinéus

A turista britânica Esther Dingley, que foi dada como desaparecida nos Pirenéus, caiu de uma altura de mais de 30 metros enquanto estava a caminhar sobre uma escarpa de pedra, de acordo com as informações reveladas pelos procuradores franceses.

As autoridades acreditam que a morte da mulher de 37 anos de idade foi acidental. 

Esther estava a aproximar-se do cume de Pic de la Glere, que tem mais de 700 metros de altura. É um dos pontos mais procurados por aventureiros e 'hikers' na cordilheira dos Pirenéus.

Sublinhe-se que a britânica foi dada como desaparecida em novembro de 2020, quando estava a caminhar sozinha na montanha. Foram acionadas equipas de busca e salvamento que trabalharam até fevereiro deste ano, altura em que os esforços tiveram que cessar, por causa da deterioração das condições meteorológicas.

Quando foram retomadas, em junho, o seu corpo foi encontrado num local isolado pelo seu namorado, Dan Colegate, com a ajuda de uma equipa de socorristas franceses. "A teoria de que foi acidental é a mais forte porque o corpo foi encontrado diretamente sob uma escarpa rochosa", indicou o procurador francês Christophe Amunzateguy ao Daily Mail.

As autoridades franceses acreditam, ainda, que Esther se desequilibrou porque usava botas de escaladas que estavam gastas, ao invés de um sistema de tração que trazia consigo.

Leia Também: Disparou sobre amigo ao usar mira de laser de arma para brincar com gato

Recomendados para si

;
Campo obrigatório