Meteorologia

  • 17 SETEMBRO 2021
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 26º

Edição

Síria. Ataque conduzido por forças turcas mata 4 membros da mesma família

Quatro membros da mesma família, incluindo crianças, morreram hoje na sequência de um ataque conduzido pelas forças turcas e aliados numa localidade no norte da Síria, denunciou uma organização não-governamental (ONG).

Síria. Ataque conduzido por forças turcas mata 4 membros da mesma família
Notícias ao Minuto

14:36 - 04/08/21 por Lusa

Mundo Síria

As forças da Turquia e os seus aliados sírios realizaram ataques hoje de manhã na aldeia de Al-Safawiya, a norte da cidade de Raqqa, segundo indicou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), que confirmou a morte de "um homem e de três crianças", todos elementos da mesma família.

Os raides também provocaram ferimentos em outros membros da mesma família, "incluindo uma mulher e a respetiva filha", acrescentou o OSDH.

Num comunicado, citado pelas agências internacionais, a administração semi-autónoma curda (estabelecida no norte da Síria) denunciou igualmente o ataque, confirmando também a morte dos quatro elementos da mesma família.

País "vizinho" da Síria, a Turquia conduziu, com o apoio de milícias sírias aliadas de Ancara, três ofensivas militares no norte do território sírio desde 2016, manobras que permitiram às forças turcas controlar uma área superior a 2.000 km2, incluindo a região de Afrine (noroeste), um dos cantões da região "federal" curda autoproclamada.

Ancara considera as Unidades de Proteção Popular (YPG), a principal milícia curdo-síria, como um grupo "terrorista" devido às suas ligações com o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que atua no sudeste da Turquia, outra região de maioria curda, onde uma sangrenta guerra de guerrilha já provocou mais de 40 mil desde 1984.

Desencadeado em março de 2011 pela violenta repressão do regime do Presidente sírio, Bashar al-Assad, de manifestações pacíficas, o conflito civil na Síria, que entrou no seu 11.º ano, já provocou mais de 388 mil mortos e milhões de deslocados e refugiados, segundo os dados do OSDH.

Ao longo dos anos, o conflito ganhou uma enorme complexidade, com o envolvimento de países estrangeiros e de grupos 'jihadistas', e várias frentes de combate.

Leia Também: Sobe para 23 número de mortos em violentos combates na província de Deraa

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório