Meteorologia

  • 17 SETEMBRO 2021
Tempo
21º
MIN 18º MÁX 26º

Edição

Pandemia já causou 4,24 milhões de mortos em todo o mundo

A pandemia de covid-19 fez pelo menos 4.247.231 mortos em todo o mundo desde que a doença foi detetada na China, em finais de dezembro de 2019, segundo dados oficiais compilados no relatório de hoje da AFP.

Pandemia já causou 4,24 milhões de mortos em todo o mundo
Notícias ao Minuto

12:42 - 04/08/21 por Lusa

Mundo Covid-19

Mais de 199.520.860 casos de infeção foram diagnosticados globalmente desde o início da pandemia.

Estes valores têm como base os balanços comunicados diariamente pelas autoridades sanitárias de cada país, excluindo as revisões realizadas posteriormente por alguns organismos responsáveis pela elaboração de estatísticas.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima, tendo em conta a mortalidade direta e indireta ligada ao covid-19, que os números dos balanços sobre a pandemia podem ser duas ou três vezes mais elevados do que aqueles que são oficialmente recenseados. 

Um número significativo de casos menos graves ou assintomáticos continua por detetar, apesar da intensificação dos testes de despistagem em vários países, a nível global.

Na terça-feira registaram-se mais 10.718 mortes e 627.690 novos casos em todo o mundo.

Os países que registaram o maior número de mortes nos relatórios mais recentes foram a Indonésia, com mais 1.747 mortes, o Brasil (1.209) e a Rússia (790).

Os Estados Unidos são o país mais afetado em relação ao número de mortes e casos de infeção, com 614.295 óbitos e 35.238.173 casos, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil, com 558.432 mortes e 19.985.817 casos, a Índia, com 425.757 mortes (31.769.132 casos), o México, com 241.936 mortes (2.880.409 casos) e o Peru, com 196.598 mortos (2.116.652 casos).

Entre os países mais atingidos, o Peru é o que apresenta maior número de mortes em relação ao total da população, com 596 óbitos por cada 100.000 habitantes, seguido da Hungria (311), Bósnia (295), República Checa (284) e Macedónia do Norte (264).

A América Latina e as Caraíbas totalizaram, até às 10:00 de hoje, 1.379.948 mortes e 41.061.684 casos, a Europa 1.206.339 mortes (58.864.640 casos), a Ásia 683.722 mortes (45.358.329 casos), os Estados Unidos e Canadá 640.901 mortes (36.670.439 casos), a África 172.958 mortes (6.815.457 casos), o Médio Oriente 161.959 mortes (10.662.420 casos) e a Oceânia 1.404 mortes (87.894 casos).

Este balanço foi realizado com base em dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da OMS.

Devido a correções feitas pelas autoridades ou devido à publicação tardia dos dados, os números relativos ao aumento em 24 horas podem não corresponder exatamente aos publicados na véspera.

Leia Também: AO MINUTO: Certificados têm 6 meses de validade; China fecha cidade

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório