Meteorologia

  • 16 SETEMBRO 2021
Tempo
25º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

UE alarga sanções a mulher e filho de Presidente da Nicarágua

A União Europeia (UE) alargou hoje a lista de sanções a oito pessoas na Nicarágua, incluindo a mulher e o filho do Presidente, Daniel Ortega, por "violações graves dos direitos humanos" ou atos contra a democracia.

UE alarga sanções a mulher e filho de Presidente da Nicarágua
Notícias ao Minuto

11:05 - 02/08/21 por Lusa

Mundo UE

A nova lista de pessoas sujeitas pela UE a medidas restritivas, inclui figuras do Estado nicaraguense, incluindo a mulher de Ortega, que é também vice-presidente, Rosario Murilo, e o filho de ambos e líder do Movimento sandinista Juan Carlos Ortega Murilo.

Para além destes, há ainda outras seis figuras do regime de Manágua na lista de pessoas sujeitas a um congelamento de bens e os cidadãos e empresas da UE estão proibidos de colocar fundos à sua disposição.

"A detenção de um sétimo potencial candidato presidencial no passado fim de semana ilustra tristemente a magnitude da repressão na Nicarágua e projeta um quadro sombrio para as próximas eleições", refere a UE, que reitera a condenação da "repressão sistemática por parte das autoridades nicaraguenses", apelando ao regime para revogar "as leis restritivas" e à "libertação imediata e incondicional dos presos políticos, bem como ao pleno respeito dos direitos humanos, civis e políticos de todos os cidadãos nicaraguenses".

De acordo com um comunicado do Conselho da UE, os visados estão também sujeitos a uma proibição de viajar, o que os impede de entrar ou transitar nos 27 Estados-membros.

A UE considera que a situação política na Nicarágua se deteriorou ainda mais nos últimos meses.

"A utilização política do sistema judicial, a exclusão dos candidatos das eleições e a exclusão arbitrária dos partidos da oposição são contrárias aos princípios democráticos básicos e constituem uma grave violação dos direitos do povo nicaraguense", considera ainda o Conselho.

As sanções à Nicarágua foram introduzidas em outubro de 2019.

Leia Também: Polícia da Nicarágua detém mais um líder da oposição a Daniel Ortega

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório