Meteorologia

  • 19 SETEMBRO 2021
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 27º

Edição

Adolescente palestiniano morto a tiro na Cisjordânia

Um palestiniano, de 12 anos, ferido por soldados israelitas na Cisjordânia, na quarta-feira, morreu devido aos ferimentos, disse o Ministério da Saúde palestiniano, em comunicado.

Adolescente palestiniano morto a tiro na Cisjordânia

Mohamad al-Alami morreu na cidade de Beit Omar, a noroeste de Hebron, depois de ter sido ferido no peito, quando se encontrava num carro com o pai, disse o Ministério, sem mais pormenores.

Numa declaração, o exército israelita disse que os soldados notaram alguns homens a sair de um veículo e a escavar no chão perto do posto de controlo de Beit Omar. Quando os militares examinaram a área, encontraram dois sacos, um dos quais continha o corpo de um recém-nascido, acrescentou.

Mais tarde, os soldados avistaram o mesmo veículo e tentaram apreendê-lo mediante procedimentos habituais, incluindo gritar e disparar tiros de aviso para o ar.

"Quando o veículo não parou, um dos soldados disparou contra as rodas do veículo", disse o exército, indicando estar a investigar a acusação de que um menor palestiniano tinha sido morto.

"O incidente está a ser examinado por comandantes superiores. Além disso, a polícia militar abriu uma investigação sobre as circunstâncias do acontecimento", adiantou o exército.

Um palestiniano, de 41 anos, foi morto na terça-feira à noite por fogo israelita na Cisjordânia, que tem sido palco de confrontos entre manifestantes e forças israelitas nas últimas semanas, de acordo com fontes palestinianas.

No sábado, um adolescente palestiniano, de 17 anos, ferido em confrontos com soldados israelitas, morreu no hospital.

Protestos contra os colonatos judaicos na Cisjordânia deixaram 320 palestinianos feridos, a maioria por gás lacrimogéneo, disseram os serviços de emergência do Crescente Vermelho palestiniano.

A Cisjordânia é um território palestiniano ocupado por Israel desde 1967 e todos os colonatos judaicos, com mais de 470 mil residentes, aí existentes são considerados ilegais ao abrigo do direito internacional.

Leia Também: Palestiniano de 12 anos morre após ser ferido por exército de Israel

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório