Meteorologia

  • 17 OUTUBRO 2021
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 23º

Edição

Tribunal de Myanmar prolonga detenção pré-julgamento de jornalista EUA

Um tribunal de Myanmar prolongou hoje a detenção pré-julgamento do jornalista norte-americano Danny Fenster, que trabalhava numa revista 'online' no país e foi detido em maio por "incitamento", crime com uma moldura penal de até três anos de prisão.

Tribunal de Myanmar prolonga detenção pré-julgamento de jornalista EUA
Notícias ao Minuto

19:50 - 01/07/21 por Lusa

Mundo Myanmar

Fenster, editor executivo da revista Frontier Myanmar, foi detido no Aeroporto Internacional de Rangum a 24 de maio, quando se preparava para embarcar num voo para Detroit, nos Estados Unidos, para ver a família.

Segundo o seu advogado, Than Zaw Aung, citado pela agência noticiosa norte-americana Associated Press (AP), o jornalista de 37 anos está de boa saúde, mas pareceu-lhe ter perdido algum peso, na audiência de hoje no tribunal especial da Prisão Insein, em Rangum, onde se encontra detido aguardando julgamento, e pediu à mulher que lhe envie medicamentos e comida.

Dois funcionários consulares da embaixada dos Estados Unidos estiveram presentes na audiência, indicou o advogado.

A próxima audiência está marcada para 15 de julho, mas o caso não irá a julgamento nessa data, porque o tribunal tem demasiados casos em atraso, explicou.

A aparição de Fenster em tribunal ocorreu um dia depois de as autoridades terem iniciado a libertação de cerca de 2.300 presos com acusações relacionadas com os protestos desencadeados pelo golpe de Estado militar que depôs o Governo eleito de Aung San Suu Kyi, em fevereiro.

O novo Governo tem tentado silenciar os órgãos de comunicação social independentes retirando-lhes as licenças de funcionamento e detendo jornalistas.

Entre os libertados, estão não só manifestantes como também jornalistas, a maioria dos quais se encontrava detida com a mesma acusação que Fenster.

Como não há uma lista oficial de detidos libertados, e as libertações vão decorrer ao longo de vários dias, desconhece-se o número exato de jornalistas postos em liberdade.

Um balanço não-oficial mantido por jornalistas em Myanmar (antiga Birmânia)indica que 88 jornalistas foram detidos desde o golpe militar de fevereiro e 49 foram libertados, 14 dos quais na quarta-feira.

Leia Também: Myanmar. Mais de dois mil detidos vão ser hoje libertados

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório