Meteorologia

  • 27 SETEMBRO 2021
Tempo
21º
MIN 14º MÁX 26º

Edição

Sassoli defende perante o Papa o "dever" de Europa salvar imigrantes

O presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli, reuniu-se hoje com o Papa Francisco, no Vaticano, num encontro em que abordou a questão dos imigrantes e "o dever" de salvar vidas no Mediterrâneo.

Sassoli defende perante o Papa o "dever" de Europa salvar imigrantes

"Devemos deixar claro que o acolhimento é muito importante, mas resgatar vidas é ainda mais", disse o político italiano à saída da audiência com o Papa.

Aos jornalistas, o presidente do Parlamento Europeu revelou ter abordado a situação do Médio Oriente, dos Balcãs e dos imigrantes que cruzam o Mediterrâneo desde o norte de África até solo europeu.

"Uma Europa que não salva as pessoas no mar e as deixa à morte não expressa humanidade. Estamos a esforçar-nos para agilizar uma iniciativa europeia para salvar as pessoas no mar. Temos de salvar as pessoas, estamos a falar de milhares, não de milhões", disse.

Por outro lado, Sassoli defendeu também a necessidade de reformar organismos comunitários como a Agência Europeia de Medicamentos para "encontrar uma forma de os apoiar com mais vigor e capacidade".

"Não nos devemos sentir seguros, este é o momento em que nem a Europa, nem os seus Estados devem parar", frisou.

Assim, uma das questões do momento, entendeu, é quais regras usar dentro da União Europeia depois da pandemia de covid-19 passar.

"Suspendemos o Pacto de Estabilidade e Crescimento (que controla as políticas orçamentais dos países membros) até janeiro de 2023, mas não queremos voltar ao que fazíamos e precisamos de novas regras", afirmou.

Leia Também: Centros temporários para imigrantes tiveram ano atípico em 2020

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório