Meteorologia

  • 03 AGOSTO 2021
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 29º

Edição

N.º de casos continua a subir no Reino Unido. Notificados mais 9 óbitos

O Reino Unido registou a morte de 9 pessoas e 9.055 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com os últimos dados das autoridades de Saúde.

N.º de casos continua a subir no Reino Unido. Notificados mais 9 óbitos

O Departamento de Saúde e de Assistência Social britânico reporta esta quarta-feira mais nove mortes associadas à Covid-19, uma descida em relação à véspera (10). São ainda notificados mais 9.055 novos casos de contágio, uma subida em relação ao dia anterior (7.673), mantendo-se este indicador numa tendência de crescimento.

O número acumulado de casos nos últimos sete dias foi de 55.216 casos, uma subida 13,3% em relação à semana anterior. Quando o número de óbitos, os números mantêm-se estáveis. Foram registadas um total de 66 mortes na última semana.

O total de óbitos com teste positivo nos 28 dias anteriores é agora de 127.926 (passa a 152.397, se se incluírem as mortes cuja certidão de óbito faz referência ao coronavírus mas cuja infeção não foi confirmada por teste nos 28 dias anteriores).

Até ao momento, 4.589.814 pessoas obtiveram diagnóstico positivo no conjunto da região, que inclui Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte.

O quadro de estatísticas atualizadas do Ministério da Saúde mostra que o número de pessoas internadas aumentou 41,4% na semana entre 06 e 12 de junho, uma média de 179 por dia.  Mesmo assim, ainda o número continua bastante abaixo do pico de janeiro, quando a média diária chegou a 4.000 pacientes com Covid-19. 

Desde dezembro foram inoculadas 42.021.089 pessoas com uma primeira dose de uma vacina contra a covid-19, o que corresponde a 79,8% da população adulta. Um total de 30.440.373 pessoas, ou 57,8% da população adulta, já receberam também a segunda dose.

O agravamento da situação é atribuído à variante Delta, considerada 60% mais transmissível do que a variante Alpha, a qual ultrapassou para se tornar dominante no Reino Unido. 

Esta situação levou o primeiro-ministro, Boris Johnson, a anunciar na segunda-feira o adiamento da quarta etapa do plano de desconfinamento por quatro semanas para avançar mais com a vacinação. 

Leia Também: AO MINUTO: Lisboa é "caldo" para contágios. Doentes internados estudados?

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório