Meteorologia

  • 08 AGOSTO 2022
Tempo
26º
MIN 16º MÁX 28º

AO MINUTO: Internados e incidência aumentam por cá; EMA deixa orientação

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Internados e incidência aumentam por cá; EMA deixa orientação

Portugal registou, esta segunda-feira, mais duas mortes associadas à doença Covid-19 e 388 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, a maior parte na região de Lisboa e Vale do Tejo. Desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram em Portugal 17.036 pessoas e 853.034 casos de infeção foram diagnosticados.

Os dados divulgados pela DGS mostram também que estão ativos mais 109 casos, para um total de 23.824, e que 277 pessoas foram dadas como recuperadas nas últimas 24 horas, o que aumenta o total nacional para 812.174 recuperados.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19:

15h51 - Termina aqui este registo. Pode continuar a acompanhar as informações mais recentes sobre a Covid-19 neste novo registo de acompanhamento. 

14h43 - Ministro diz que se mantém a "equidade nacional" com vacinação nos Açores. O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, considerou hoje que o processo de vacinação em massa a decorrer nas cinco ilhas dos Açores sem hospital mantém a "equidade nacional".

14h33 - Bolieiro destaca discriminação positiva da vacinação nos Açores. O presidente do Governo dos Açores considerou hoje que Portugal assegurou uma "superioridade moral e política" ao dar um "sinal" à União Europeia com a promoção de uma discriminação positiva da vacinação naquela região ultraperiférica.

14h03 - Portugal regista mais dois óbitos e 388 novos casos. Portugal reportou, nas últimas 24 horas, mais dois mortos associados à Covid-19 e 388 novos casos, informou, esta segunda-feira, a Direção-Geral da Saúde (DGS). Em comparação com domingo, foram registados mais 109 casos ativos, mais 277 recuperados e mais 26 pessoas diagnosticadas com a doença foram internadas, sendo que destas sete encontram-se em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI). 

Quanto ao R(t) desceu ligeiramente a nível nacional, de 1,08 para 1,07, mas a incidência a 14 dias aumentou de 69,8 para 72,2 casos por 100 mil habitantes. 

13h53 - Ministro diz que se mantém a "equidade nacional" com vacinação nos Açores. O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, considerou hoje que o processo de vacinação em massa a decorrer nas cinco ilhas dos Açores sem hospital mantém a "equidade nacional".

"Para nós era muito importante dar aqui esse testemunho de solidariedade, dar o apoio necessário para o trabalho necessário que o Governo Regional está a fazer no sentido de assegurar que os açorianos tenham todas as condições que precisam de ter e, nessa medida, mantém-se a equidade nacional, que é verdadeiramente aquilo que mais conta", afirmou o governante, em declarações aos jornalistas. 

13h44 - EMA recomenda que profissionais de saúde não usem heparina para coágulos associados às vacinas. A Agência Europeia do Medicamento (EMA) divulgou, esta segunda-feira, um parecer no qual recomenda que os profissionais de saúde não usem heparina no tratamento de eventos de coágulos sanguíneos raros e baixo nível de plaquetas sanguíneas em pessoas que receberam a vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca ou da Johnson & Johnson (Janssen). 

Na orientação, o regulador europeu de medicamentos alega que o uso de heparina pode, nestes casos, piorar a condição de saúde dos doentes.

13h11 - Mais de 1,3 milhões de crianças em Itália vivem em pobreza extrema. A crise pandémica da covid-19 deixou em situação de pobreza extrema mais de 1,3 milhões de crianças em Itália, o que constitui um retrocesso para os níveis económicos registados em 2005, segundo um relatório publicado hoje. A Save the Children, uma organização não governamental britânica que defende os direitos das crianças no mundo, concluiu no seu relatório que, em Itália, 1.346.000 menores (13,6% das crianças e adolescentes no país) vivem em condições de pobreza extrema, mais 209.000 do que no ano anterior.

13h10 - Balcões sobre rodas com regras iguais aos bancos tradicionais amanhã. Novas formas de prestar serviços bancários, como balcões a funcionar em carrinhas, e onde é possível pagar serviços, levantar dinheiro ou subscrever produtos financeiros, entram terça-feira em vigor, segundo aviso do Banco de Portugal hoje publicado.

13h09 - A pandemia provocada pelo novo coronavírus já fez pelo menos 3.731.297 mortos em todo o mundo desde que foi notificado o primeiro caso na China, segundo o balanço diário da agência France-Presse. Os países que registaram mais mortes nesse dia foram a Índia (2.427), o Brasil (873) e a Colômbia (539).

Os Estados Unidos continuam a ser o país mais afetado, tanto em número de mortes como de infeções, com um total de 597.628 mortes e 33.362.633 casos, segundo os dados da universidade Johns Hopkins.

13h05 - Açores com 26 novos casos em São Miguel nas últimas 24 horas. Os Açores registaram, nas últimas 24 horas, 26 novos casos positivos de Covid-19, todos em São Miguel, resultantes de 959 análises realizadas nos laboratórios de referência da região, informou hoje a Autoridade de Saúde Regional.

12h55 - Ensino Superior: Docentes querem aulas presenciais de volta em setembro. Professores das universidades e politécnicos exigem o regresso do ensino presencial em todas as atividades letivas no próximo ano académico, que começa entre setembro e outubro.

12h15 - Encerrado restaurante em Albufeira que reuniu 200 pessoas em festa. O Comando Territorial de Faro, através do Subdestacamento Territorial de Albufeira, encerrou no último sábado três estabelecimentos em incumprimento às medidas vigentes para a contenção da pandemia Covid-19, no concelho de Albufeira, no Algarve. 

11h41 - ONG acusa países europeus de travarem negociações sobre patentes. A União Europeia, o Reino Unido, a Suíça e a Noruega estão a tentar travar as negociações na Organização Mundial do Comércio para a suspensão de patentes de vacinas e outras ferramentas contra a Covid-19, disse hoje uma organização.

11h31 - Agravamento da pandemia acentua redução de passageiros no 1.º trimestre. O agravamento da pandemia nos primeiros três meses do ano acentuou a redução do número de passageiros nos vários meios de transporte, de acordo com os dados divulgados, esta segunda-feira, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). 

11h24 - Madrid envia nova mensagem a maiores de 60 anos após erro informático. De acordo com o El Mundo, a Comunidade de Madrid teve que voltar a enviar mensagens aos maiores de 60 anos que estavam à espera da segunda dose da vacina da AstraZeneca depois de um "erro" na mensagem inicial. Os afetados - todos os que iam ser vacinados entre 7 e 13 de junho - receberam uma SMS onde lhes era dito que podiam escolher entre o imunizante da AstraZeneca e o da Pfizer.

11h02 - Polícia malaia usa drones para detetar pessoas com febre. A polícia da Malásia está a usar drones para detetar pessoas com temperatura elevada em espaços públicos, num esforço de prevenção contra a proliferação de Covid-19, de acordo com os meios locais. Os drones conseguem detetar a temperatura das pessoas até 20 metros de altitude e emitir um alerta para as autoridades se alguém tiver uma temperatura demasiado elevada.

Recorde-se que a Malásia entrou num confinamento quase total na semana passada, numa tentativa de mitigar a subida de novas infeções, que estava em mais de 9 mil casos por dia no final de maio.

10h58 - Europa pede reciprocidade aos Estados Unidos na receção de turistas. A Europa pede "reciprocidade" aos Estados Unidos em relação ao acolhimento de turistas, em particular no que diz respeito à quarentena, como parte da flexibilização das restrições ligadas à Covid-19, disse hoje o comissário europeu do Mercado Interno.

10h14 - Médicos querem critérios de gravidade e vacinas na matriz de risco. A Ordem dos Médicos manifestou-se hoje apreensiva com as mudanças na matriz de risco que fundamenta as novas fases de desconfinamento por causa da pandemia e defende a inclusão de critérios de gravidade e da cobertura vacinal.

9h27 - Um agente da PSP com Covid-19 após final da Liga dos Campeões. Apenas um dos 82 agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) testados após a final da Liga dos Campeões, no Porto, testou positivo para a Covid-19, segundo revela o Jornal de Notícias.

8h25 - Quase 6.700 suspeitas de reações adversas à vacina registadas em Portugal. Quase 6.700 suspeitas de reações adversas às vacinas contra a Covid-19 foram registadas em Portugal e houve 44 casos de morte comunicados em idosos com várias doenças, mas não está demonstrada a relação causa-efeito, segundo o Infarmed.

De acordo com o último relatório a Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, até final de maio foram notificadas 6.995 reações adversas, a maior parte (68,3%) referentes à vacina da Pfizer/BioNtech, com 4.782 casos, seguindo-se a da AstraZeneca (Vaxzevria), com 1.509, a da Moderna, com 387, e a da Janssen, com 17 casos.

8h19 - Pessoas entre os 40 e os 44 anos poderão agendar vacina para meio de junho. De acordo com a Rádio Renascença, as pessoas entre os 40 e os 44 anos poderão fazer o autoagendamento da vacinação contra a Covid-19 em meados de junho.

8h17 - Espanha passa hoje a aceitar viajantes com vacinação completa. Os viajantes que estejam totalmente imunizados com os fármacos da Pfizer, Moderna, AstraZeneca ou Janssen, todas autorizadas pela Agência Europeia de Medicamentos (AEM), e também com as chinesas Sinopharm eSinovac-Coronavac poderão a partir de hoje entrar em Espanha. Os viajantes têm que ter recebido a segunda dose da vacina (ou a única dose, se for esse o caso) 14 dias antes de viajar.

8h13 - Certificado verde de circulação poderá estar disponível a 1 de julho, disse Marques Mendes. Luís Marques Mendes indicou, no seu espaço de opinião da SIC, que a aplicação para o certificado verde de circulação poderá ser descarregada a partir de 14 deste mês, podendo os certificados começar a ser passados a 1 de julho.

8h10 - Vacinas são seguras na gravidez e sem efeitos na fertilidade ou na puberdade. O Expresso noticia esta segunda-feira que a DGS está a estudar se as grávidas devem ou não ser prioritárias no processo de vacinação. Os especialistas auscultados pelo semanário garantem que as vacinas são seguras na gravidez e que a possibilidade de efeitos secundários na fertilidade ou na puberdade são "mitos".

7h48 - Alemanha regista 1.117 novos contágios e 22 mortes nas últimas 24 horas. A Alemanha registou, nas últimas 24 horas, uma descida do número de novas infeções pelo novo coronavírus e, especialmente, do número de óbitos em relação à véspera. De acordo com os dados atualizados esta segunda-feira, no último dia o país somou 1.117 diagnósticos positivos (no domingo tinham sido 2.440) e 22 mortes (na véspera foram reportadas 74). 

7h46 - Tailândia inicia campanha de vacinação em massa com AstraZeneca. A Tailândia iniciou hoje a campanha de vacinação em massa para a população em geral com a vacina AstraZeneca, numa altura de desconfiança crescente na gestão do Governo devido à lentidão do processo.

7h43 - Detetadas variantes de Los Andes e do Reino Unido na Venezuela. O presidente venezuelano Nicolás Maduro anunciou domingo que foram detetadas, na Venezuela, as variantes "andina" (da Cordilheira de Los Andes, América do Sul) e do Reino Unido no país e instou a população a manter proteger-se contra o coronavírus.

7h40 - Desconfiança no governo de Hong Kong justifica fraca vacinação. O académico espacializado na área da saúde Ray Choy afirmou à Lusa que a fraca taxa de vacinação em Hong Kong resulta da desconfiança no governo, mas em Macau a razão está relacionada com os bons resultados na prevenção da pandemia.

7h38 - Êxito na prevenção criou falsa segurança e 'amaldiçoou' taxa de vacinação em Macau. Académicos espacializados na área da saúde ouvidos pela Lusa consideram que a fraca taxa de vacinação em Macau prende-se com a habituação a um 'novo normal', mas também à desconfiança das vacinas num território que nunca teve um surto comunitário.

7h34 - Algumas atualizações da situação pandémica nas últimas horas:

  • A província chinesa de Guangdong, que faz fronteira com Macau e Hong Kong, detetou cinco casos locais de Covid-19 nas últimas 24 horas, anunciou hoje a Comissão de Saúde da China.
  • A Índia registou 2.427 mortes por Covid-19 e 100.636 casos da doença nas últimas 24 horas, anunciaram hoje as autoridades indianas.

7h30 - Bom dia! Estamos a iniciar um novo acompanhamento, esta segunda-feira. Clique aqui para conferir as atualizações de domingo, relativamente à pandemia do novo coronavírus.

Leia Também: AO MINUTO: 6 milhões de vacinas dadas cá; Polícias da LC negativos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório