Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2021
Tempo
MIN 7º MÁX 12º

Edição

Ex-polícia acusado de matar filho ao obrigá-lo a dormir em garagem gelada

Criança autista dormia na garagem, enquanto o cão da família dormia no interior da residência, numa zona aquecida.

Ex-polícia acusado de matar filho ao obrigá-lo a dormir em garagem gelada

Michael Valva, um ex-polícia de Nova Iorque, é acusado de ter deixado o filho morrer ao frio.

O homem obrigava o filho, de 8 anos, a dormir na garagem, enquanto a família, incluindo um cão, dormiam num outro piso aquecido.

Michael e a sua  namorada da altura, Angela Pollina, foram acusados de homicídio em janeiro de 2020 pela morte do pequeno Thomas. 

Esta segunda-feira o casal voltou a tribunal, para serem ouvidas novas testemunhas no processo. 

Um dos testemunhos foi o da empregada doméstica do casal, Tyrene Rodriguez. Terá sido esta a revelar que a criança era obrigada a dormir na garagem da casa, onde as temperaturas eram baixas. Tyrene estava na casa no dia em que o menino foi encontrado sem respirar.

Esta recordou que Angelina apareceu junto a si a gritar que o menino não respirava, enquanto o pai tentava reanimá-lo com manobras de reanimação. "Ele estava gelado", recorda a empregada.

Esta indicou, ainda, que a criança dormia na garagem enquanto os seus bens estavam todos num quarto da casa, onde dormia o cão do casal. 

Também uma vizinha do casal testemunhou, afirmando que nos dias seguintes visitou Angelina num hospital, onde esta estaria a sofrer.

Tanto Michael como Angelina Pollina declararam ser inocentes da acusação  de homicídio em segundo grau.

Leia Também: Morte de MC Kevin: As homenagens, a investigação e o último adeus

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório