Meteorologia

  • 18 JANEIRO 2022
Tempo
10º
MIN 6º MÁX 14º

Edição

Ex-pilotos admitem OVNI. "Havia ali algo melhor que o nosso caça"

Dois ex-pilotos, um deles pela primeira vez, falaram sobre um incidente com um OVNI, em 2004, numa altura em que as autoridades norte-americanas estão a um mês de desclassificar todas as informações sobre potencial vida extraterrestre.

Ex-pilotos admitem OVNI. "Havia ali algo melhor que o nosso caça"

Um antigo piloto da Marinha norte-americana foi entrevistado pelo programa '60 Minutes', da CBS, onde falou, juntamente com uma colega, sobre um objeto voador não identificado (OVNI) visto por ambos - e mais duas pessoas - durante cinco minutos, em 2004, ao largo da costa da Califórnia.

"Não sei quem os construiu, quem tem a tecnologia, quem tem o conhecimento. Mas há algo ali, que era melhor que o nosso caça", disse David Fravor, antigo comandante de um esquadrão de caças, que na altura fazia exercícios a sudoeste da costa de San Diego.

Fravor esteve acompanhado, na entrevista, pela comandante Alex Dietrich, que nunca tinha antes comentado o incidente publicamente. Quando questionada sobre a razão de o fazer agora, indicou: "Porque estava num avião governamental, estava em horário de trabalho e, portanto, sinto responsabilidade em partilhar o que posso, já não é confidencial".

Em novembro de 2004, o radar avançado de um navio da Marinha, o USS Princeton, captou durante uma semana aquilo a que os operadores chamaram "vários veículos aéreos anómalos" na linha de horizonte, que desciam mais de 24 quilómetros em menos de um segundo. No dia 14, Fravor e Dietrich foram destacados para investigar, ambos acompanhados por copilotos.

Fravor fala de um objeto "a mover-se acima da água" do qual se tentou aproximar, enquanto Dietrich continuou a sobrevoar. "Começou a fazer o inverso do que eu fazia, portanto, eu comecei a descer, ele começou a subir", disse. "Estava ciente da nossa presença", acrescentou.

O antigo piloto disse que o objeto era do tamanho do seu F-18 e que não tinha marcas, emblemas ou sequer exaustão. "Ele colocou-se à minha frente e desapareceu", explicou, com o assentimento da sua antiga colega. "A nossa mente tenta racionalizar. 'Vou categorizar isto como um helicóptero ou um drone, mas quando desapareceu...", explicou Dietrich.

O jornalista questiona sobre se os copilotos também testemunharam o incidente. "Sim. Erámos quatro e assistimos a isto durante cerca de 5 minutos", asseverou Fravor.

A conversa em torno de fenómenos alienígenas tem-se intensificado nos últimos meses. No próximo mês as agências de informação norte-americanas têm de revelar ao Congresso tudo o que sabem sobre potencial vida extraterrestre, um prazo estipulado no âmbito do relatório sobre "fenómenos aéreos não identificados". O Pentágono, por exemplo, já confirmou a autenticidade de algumas fotografias.

Leia Também: Pentágono confirma autenticidade de fotografias de OVNI

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório