Meteorologia

  • 25 JUNHO 2021
Tempo
21º
MIN 18º MÁX 33º

Edição

Rússia expulsa adido militar adjunto da Embaixada da Roménia

A Rússia declarou hoje 'persona non grata' o adido militar adjunto da Embaixada da Roménia em Moscovo, em resposta à expulsão em abril passado do seu homólogo russo em Bucareste.

Rússia expulsa adido militar adjunto da Embaixada da Roménia
Notícias ao Minuto

23:36 - 11/05/21 por Lusa

Mundo Rússia

"O embaixador da Roménia, Cristian Istrate, foi convocado ao Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia, onde recebeu a notificação de 'persona non grata' do adido militar adjunto da Embaixada da Roménia, capitão G. Iliescu", informou a diplomacia russa.

De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo, os militares romenos devem deixar o país dentro de 72 horas, numa medida que dá resposta ao que Moscovo considera ser uma "decisão injustificada de declarar o adido militar russo 'persona non grata' em 26 de abril deste ano" em Bucareste.

A Roménia ordenou a expulsão depois de o embaixador russo, Valeri Kuzmin, ter criticado duramente a posição de Bucareste sobre a crise na Ucrânia, onde independentistas pró-russos enfrentam as forças militares de Kiev.

A expulsão do diplomata russo ocorre poucos dias depois de uma disputa diplomática entre Praga e Moscovo ter deflagrado em meados de abril, quando o Governo checo anunciou a expulsão de 18 membros da embaixada russa, à qual o Kremlin reagiu ordenando a saída de 20 funcionários da representação checa.

Eslováquia, Estónia, Letónia e Lituânia também expulsaram diplomatas russos, num gesto de solidariedade para com a República Checa, país que Moscovo avisou da possibilidade de medidas retaliatórias.

Leia Também: Negócios na Crimeia. Ucrânia acusa deputados pró-russos de alta traição

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório