Meteorologia

  • 14 MAIO 2021
Tempo
22º
MIN 14º MÁX 23º

Edição

Kiev regista "progressos" nas conversações para regresso do cessar-fogo

A Ucrânia anunciou hoje "progressos significativos" nas negociações sobre o regresso de uma trégua com os separatistas russófonos do leste para terminar com as hostilidades na linha da frente, enquanto decorrem importantes manobras militares russas no mar Negro.

Kiev regista "progressos" nas conversações para regresso do cessar-fogo
Notícias ao Minuto

13:16 - 20/04/21 por Lusa

Mundo Ucrânia

"Registaram-se progressos significativos" nas negociações para um cessar-fogo, indicou à agência noticiosa AFP o porta-voz da delegação ucraniana, Oleksii Arestovytch, acrescentando que as conversações prosseguem.

Após uma trégua amplamente respeitada na segunda metade de 2020, os conflitos multiplicaram-se desde o início deste ano entre as forças de Kiev e os combatentes separatistas, que segundo os dirigentes ucranianos e ocidentais são apoiados a nível militar e financeiro por Moscovo.

Em paralelo, as tensões com a Rússia registaram um súbito agravamento após o envio de dezenas de milhares de soldados russos para a fronteira comum, com Kiev a agitar o espetro de uma vasta operação militar.

Por sua vez, Moscovo alertou para uma possível operação ucraniana em larga escala contra o leste separatista, com apoio militar ocidental, e prometeu defender as populações russófonas locais.

A reunião "de urgência" de hoje, que reúne representantes ucranianos e russos sob mediação da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), segue-se a contactos em linha mantidos na segunda-feira entre conselheiros dos dirigentes ucraniano, russo, alemão e francês.

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse aguardar que estas negociações permitam o regresso da trégua, na sequência de uma cimeira na sexta-feira, em Paris, com o seu homólogo francês Emmanuel Macron e a chanceler alemã Angela Merkel, que participou através de videoconferência.

A Ucrânia acusa a Rússia de pretender "destruir" o país, enquanto Moscovo assegura "não ameaçar ninguém" apesar de denunciar as "provocações" ucranianas.

A guerra no leste da Ucrânia provocou mais de 13.000 mortos desde o seu início em 2014, logo após a anexação da península da Crimeia por Moscovo.

Em simultâneo, e nesta região do mar Negro, mais de 20 navios de guerra e 50 aviões russos participam hoje em manobras navais, numa confirmação da escalada da tensão na região.

Em comunicado, a Frota do Mar Negro indicou que participam no exercício caças Su-25SM3 e as forças do sistema antiaéreo do Distrito Militar Sul.

A Frota do Mar Negro acrescentou que, no âmbito destes exercícios, foram transferidos para a Crimeia 50 aviões de combate.

Segundo informações oficiais, a Rússia limitou entre 20 e 24 de abril os voos sobre parte da Crimeia e do mar Negro, e declarou a zona "perigosa para a navegação aérea".

Moscovo também anunciou que limitará entre 24 de abril e 31 de outubro a navegação de navios de guerras estrangeiros em águas territoriais russas do mar Negro.

O ministério dos Negócios Estrangeiros especificou que esta medida apenas abrange os vasos de guerra e não afetará a marinha mercante que atravesse o estreito de Kerch, que dá aceso ao mar de Azov e a diversos portos ucranianos e russos.

Leia Também: Há mais militares russos na fronteira com Ucrânia do que em 2014

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2021 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório