Meteorologia

  • 17 ABRIL 2021
Tempo
23º
MIN 13º MÁX 23º

Edição

Insultou asiático numa rua, quando passava polícia à paisana. Foi detida

Mulher incorreu numa diatribe contra cidadãos asiático, mas, no momento, passou um agente da polícia à paisana.

Insultou asiático numa rua, quando passava polícia à paisana. Foi detida

Uma mulher norte-americana dirigiu insultos de ordem racial a um homem asiático, em Manhattan, Nova Iorque, no passado dia 6 de abril. No local estava um agente da polícia a trabalhar à paisana.

O incidente começou com a mulher a entrar numa manicura, no bairro de Chinatown, no mesmo distrito nova-iorquino, onde insultou e ameaçou as trabalhadoras que estavam presentes. "Foram vocês que trouxeram o coronavírus para este país", gritou, de acordo com a polícia, citada pelo Washington Post.

O ataque de ódio racial continuou na rua, onde fez os mesmos insultos a um homem asiático que passava. Um outro transeunte interveio, mas não a demoveu, tendo apelidado o homem asiático de "filho da mãe chinês". O outro interveniente era, porém, um agente da polícia de Nova Iorque a trabalhar à paisana.

Depois de terem sido chamados reforços para o local, a mulher foi detida e identificada como Sharon Williams, de 50 anos de idade. Foi acusada de dois crimes de intimidação agravada por crime de ódio.

Recorde-se que em meados de março um homem de 21 anos de idade matou oito pessoas em três salões de massagens asiáticos da cidade norte-americana de Atlanta, na Geórgia. O ataque aconteceu numa altura em que os crimes contra cidadãos asiáticos por motivos de ódio racial dispararam nos Estados Unidos.

Leia Também: Homem esmurra idosa asiática sem provocação. Mulher pô-lo numa maca

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório