Meteorologia

  • 10 ABRIL 2021
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

Angola com mais 98 infeções e duas mortes nas últimas 24 horas

Angola registou 98 novos casos de covid-19, dois óbitos e 12 recuperações da doença, nas últimas 24 horas, informaram hoje as autoridades sanitárias angolanas.

Angola com mais 98 infeções e duas mortes nas últimas 24 horas
Notícias ao Minuto

19:50 - 08/04/21 por Nisa Mendes

Mundo Covid-19

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção Nacional de Saúde Pública, a província de Luanda, capital de Angola, registou o maior número de infeções (89), seguindo-se Cabinda (07), Zaire (01) e Bié (01), sendo 51 do sexo masculino e 47 do sexo feminino, com idades entre 2 e 86 anos.

As mortes registadas foram reportados nas províncias de Luanda e Cunene, sendo as vítimas cidadãos angolanos, de 27 e 59 anos, enquanto que os doentes recuperados foram notificados em Luanda (10) e Huíla (02), com idades que vão dos 23 aos 78 anos.

Angola contabiliza 23.108 casos, dos quais 549 resultaram em mortes, 21.557 recuperações e 1.002 ativos, encontrando-se quatro pessoas em estado crítico, 11 graves, 40 moderados, 28 leves e 919 assintomáticos.

Nas unidades de tratamento do país, estão internadas 83 pessoas, em quarentena institucional 47 outras e em vigilância epidemiológica 1.012 contactos.

Nas últimas 24 horas, os laboratórios processaram 3.347 amostras por RT-PCR, apontando o cumulativo até à data presente, desde março de 2020, um total de 450.381 amostras processadas, com uma taxa de positividade de 5.1%.

Nos pontos de entrada e saída de Luanda, a única província do país sob cerca sanitária, desde o início da pandemia do novo coronavírus em Angola, foram testadas, à base de testes rápidos serológicos, 213 pessoas, com o complemento do antigénio nos casos reativos.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.890. 054 mortos no mundo, resultantes de mais de 133 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leia Também: Navio português 'Setúbal' visita Angola domingo para segurança marítima

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório