Meteorologia

  • 11 ABRIL 2021
Tempo
14º
MIN 11º MÁX 21º

Edição

Indonésia: Navios com ajuda chegam a região devastada pelas cheias

Dois navios da Marinha indonésia com ajuda humanitária chegaram hoje às ilhas de Lembata e de Adonara, a região mais afetada por um ciclone que já provocou a morte de cerca de 140 pessoas no país.

Indonésia: Navios com ajuda chegam a região devastada pelas cheias
Notícias ao Minuto

12:38 - 08/04/21 por Lusa

Mundo Cheias

As duas embarcações atracaram nessas ilhas da extremidade oriental do vasto arquipélago indonésio, mas há outros navios-hospital a caminho de mais ilhas da região, onde milhares de pessoas ficaram desalojadas e dezenas continuam desaparecidas.

As chuvas torrenciais que acompanharam, desde o dia 4 de abril, o ciclone Seroja, um dos mais destrutivos dos últimos anos na região, obrigaram milhares de moradores a fugir das suas casas para refúgios montados para os abrigar, onde as autoridades estão a tentar evitar o aparecimento de surtos de covid-19.

O cenário é devastador, com hospitais, pontes e milhares de casas danificados ou destruídos pelo ciclone e, em alguns lugares, as plantações transformaram-se em vastos campos de lama e árvores desenraizadas, além de muitas aldeias continuarem sem eletricidade.

Na ilha Lembata, onde um dos navios de ajuda humanitária chegou hoje com comida, cobertores e equipamentos para os mais de 20.000 desalojados, os prédios que se localizavam na encosta da montanha foram arrastados até perto do mar.

"Os dois navios da marinha chegaram hoje", confirmou o responsável da base naval regional, Kompiang Aribawa, acrescentando que "vai chegar outro mais tarde com soldados que serão enviados para ajudar as pessoas a recuperarem do desastre".

Um avião de carga também partiu hoje de Jacarta em direção à região mais atingida pelas cheias e deslizamentos de terra, onde vai entregar cerca de 100.000 máscaras, 'kits' de testes de covid-19, além de alimentos e cobertores para os sobreviventes, adiantou o diretor da Agência indonésia de Gestão de Desastres.

Pelo menos 140 pessoas foram oficialmente declaradas mortas na Indonésia e 42 no vizinho Timor-Leste.

Mais de 70 pessoas continuam desaparecidas, apesar de a Agência de Gestão de Desastres ter enviados cães de busca para procurar corpos e possíveis sobreviventes no meio das montanhas de destroços depois de as equipes de resgate ter passado os últimos dias a retirar cadáveres cobertos de lama com retroescavadoras.

Leia Também: As imagens das buscas contrarrelógio na Indonésia após ciclone

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório