Meteorologia

  • 17 ABRIL 2021
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 23º

Edição

Violações feitas por soldados do Chade são "inadmissíveis"

O Alto Representante da Coligação para o Sahel, Djimé Adoum, considerou hoje "inadmissíveis" as violações cometidas por soldados chadianos envolvidos em operações militares contra milícias na região.

Violações feitas por soldados do Chade são "inadmissíveis"
Notícias ao Minuto

23:50 - 07/04/21 por Lusa

Mundo Chade

Soldados do Chade são acusados de violação por várias mulheres em Tera, vila no sudoeste do Níger, onde está baseado um contingente chadiano, no quadro da força multinacional do G5 Sahel.

"Quando se está em uma força destas, é-se embaixador do país de onde se provém. O que se passou é inaceitável, inadmissível e é uma lição para todos os rapazes presentes no nosso espaço do Sahel", declarou Djimé Adoum a jornalistas, durante uma deslocação à Mauritânia, um dos países do G5.

Este grupo foi lançado em Pau, no sudoeste da França, em janeiro de 2020 para responder aos desafios desta região africana, e reúne Burkina Faso, Chade, Mali, Mauritânia e Níger.

Um contingente de 1.200 soldados chadianos foi destacado recentemente para a zona dita de Três Fronteiras, que liga Niger, Burkina Faso e Mali, onde está Tera.

Leia Também: FIFA suspende federações do Chade e do Paquistão

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório