Meteorologia

  • 24 MAIO 2022
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 20º

Índia atrasa entrega de vacinas para a Covax

Unicef já alertou países mais pobres sobre os possíveis atrasos. Índia terá suspendido as exportações da vacina da AstraZeneca para dar resposta à necessidade interna.

Índia atrasa entrega de vacinas para a Covax

A Índia suspendeu todas as exportações da vacina da AstraZeneca, incluindo para a Covax, para dar resposta à necessidade interna. Perante o aumento de casos de Covid-19 no país, o executivo decidiu começar a vacinar toda a população com mais de 45 anos já a partir de dia 1 de abril.

A medida terá efeitos não só para a vacinação na Europa, mas também para a COVAX, a iniciativa internacional com o apoio da OMS para fazer chegar vacinas aos países mais pobres.

Alguns dos países mais pobres do mundo já foram alertados para o facto de serem expectáveis atrasos na entrega das vacinas devido a problemas técnicos numa fábrica sul-coreana e também a este bloqueio da Índia, que estará a impedir as exportações pelo Serum Institute of India, o maior fabricante de vacinas do mundo.

"A Covax informou aos participantes que os volumes alocados da vacina da AstraZeneca produzidos na Coreia do Sul serão menos do que o planeado em março", disse um porta-voz da Unicef. "A AstraZeneca informou que compensará os volumes atrasados ​​durante os meses de abril e maio."

A Índia tinha conseguido travar a progressão da pandemia, depois de atingir o pico de infeções em meados de setembro de 2020, quando foram diagnosticados 97.894 casos num só dia, mas as infeções voltaram a aumentar no último mês.

Desde o início da pandemia, a Índia contabilizou mais de 11,7 milhões de casos de covid-19 (11.787.534), sendo o terceiro país do mundo com mais infeções, atrás dos Estados Unidos e do Brasil.

A Índia é o quarto país do mundo com mais óbitos (160.692 mortes), a seguir aos Estados Unidos, Brasil e México, de acordo com a contagem independente da Universidade Johns Hopkins (EUA).

Com uma população de 1,3 mil milhões de habitantes, a Índia começou a campanha de vacinação em 16 de janeiro, tendo até agora vacinado mais de 53 milhões de pessoas (53.145.709), de acordo com os números atualizados diariamente pelo Ministério da Saúde indiano.

Leia Também: Índia ultrapassa 50 mil casos diários, pior registo em cinco meses

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório