Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2021
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Durão Barroso espera reabertura da economia de Cabo Verde com vacinação

O presidente da Aliança Global para as Vacinas disse hoje esperar que a vacinação contra a covid-19 contribua para reabrir a economia de Cabo Verde, país que já tem quase 30 mil vacinas para iniciar a campanha.

Durão Barroso espera reabertura da economia de Cabo Verde com vacinação
Notícias ao Minuto

21:20 - 14/03/21 por Lusa

Mundo Covid-19

"Espero e desejo que esta vacinação contribua para a reabertura da economia de Cabo Verde, para o progresso social e económico do vosso país", disse José Manuel Durão Barroso, numa comunicação via videoconferência, a partir de Lisboa, no âmbito do ato oficial da chegada das primeiras vacinas ao país, que decorreu presencialmente na cidade da Praia.

Cabo Verde recebeu na madrugada de 12 de janeiro o primeiro lote de 24 mil vacinas contra a covid-19 da AstraZeneca e hoje chegaram mais 5.850 doses da Pfizer e prevê começar a campanha nacional em 19 de março.

O antigo primeiro-ministro português e ex-presidente da Comissão Europeia felicitou o Governo Cabo Verde por estar agora a começar a administração das vacinas contra a covid-19 e referiu que está entre os primeiros países africanos a receber as vacinas via plataforma Covax, liderada pela GAVI, Organização Mundial de Saúde e pela coligação CEPI.

"E se não recebeu antes foi apenas por critérios de distribuição, pois procurou-se responder primeiro àqueles países que tinham um número maior de infeções e um número maior de casos mortais, o que felizmente não aconteceu em Cabo Verde", explicou o mesmo responsável.

O presidente da GAVI reconheceu os "esforços" das autoridades e a "confiança" que os cabo-verdianos depositam neste programa de vacinação e garantiu a chegada de mais doses nos próximos tempos, se se continuar a solidariedade dos doadores.

As doses de vacinas recebidas até agora inserem-se num total de 108 mil que vão ser fornecidas pela AstraZeneca ao abrigo da Covax, e na sexta-feira o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, disse que brevemente vão chegar mais 80 mil da mesma farmacêutica, além das agora entregues pela Pfizer.

"Estamos fortemente empenhados para até ao final do ano conseguirmos vacinar mais de 70% da população, que garante a imunidade de grupo e todo o esforço está sendo feito nesse sentido", apontou o chefe do Governo.

A campanha de vacinação vai arrancar em 19 de março, em todas as ilhas, precisou anteriormente Ulisses Correia e Silva, garantindo que vai ser feita em primeiro lugar aos profissionais de saúde.

O plano nacional de introdução e vacinação contra a covid-19 em Cabo Verde prioriza ainda pessoas com doenças crónicas, idosos, professores, profissionais hoteleiros, ligados ao turismo e das fronteiras, polícias, militares e bombeiros.

Cabo Verde regista um acumulado de 16.101 casos positivos acumulados desde 19 de março de 2020, dos quais 156 óbitos e tem 480 casos ativos.

Angola tornou-se no primeiro país de língua portuguesa em África a receber vacinas contra a covid-19 (624.000 doses) ao abrigo da Covax, que pretende entregar 90 milhões de doses de vacinas no continente africano até final deste mês.

Até ao final de maio, o planeamento prevê a entrega de 237 milhões de doses de vacinas da AstraZeneca e de 1,2 milhões de doses da vacina Pfizer.

Fundada pela OMS, em parceria com a Vaccine Alliance (Gavi, presidida pelo antigo primeiro-ministro português José Manuel Durão Barroso e a Coalition for Epidemic Preparedness Innovations (CEPI), a Covax pretende garantir a vacinação a 20% da população de 200 países e tem acordos com fabricantes para o fornecimento de dois mil milhões de doses em 2021 e a possibilidade de comprar ainda mais mil milhões.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.649.334 mortos no mundo, resultantes de mais de 119,4 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Leia Também: Covid-19. Cabo Verde reporta mais 66 novos infetados em 24 horas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório