Meteorologia

  • 21 ABRIL 2021
Tempo
19º
MIN 14º MÁX 19º

Edição

Migrações: Desmantelado grupo de tráfico de migrantes indianos na Roménia

As autoridades romenas divulgaram hoje o desmantelamento de um grupo organizado que traficava migrantes procedentes da Índia para a Europa Ocidental, cujas operações passavam pela Roménia, Turquia, Bulgária, Sérvia e Hungria.

Migrações: Desmantelado grupo de tráfico de migrantes indianos na Roménia

O grupo foi criado entre dezembro de 2019 e março de 2020 por um cidadão indiano que contava com vários colaboradores romenos, segundo precisou a Direção romena de Investigação do Crime Organizado e Terrorismo (DIICOT) num comunicado.

De acordo com o organismo, o grupo, que contava com ligações em vários países e que organizava o transporte ilegal de migrantes para países da Europa Ocidental através da Hungria, terá conseguido transportar pelo menos 30 migrantes oriundos da Índia.

O pagamento dependia do destino final (país) dos migrantes, com os montantes envolvidos a oscilarem entre os três mil e os seis mil euros por pessoa.

Os migrantes entravam para a Europa Ocidental através do território húngaro "escondidos em veículos para atravessar ilegalmente a fronteira", precisou a DIICOT.

Uma vez em solo húngaro, os migrantes prosseguiam viagem, normalmente em direção à Áustria ou da Alemanha.

Os migrantes chegavam ao território romeno de forma clandestina através da rota Turquia-Bulgária-Sérvia ou diretamente da Índia, com vistos legais de trabalho para ficarem estabelecidos na Roménia.

Sete pessoas foram detidas durante a operação conduzida pelas autoridades romenas, estando sob custódia judicial para interrogatórios.

Em 2020, a Roménia recebeu mais de 6.000 pedidos de asilo, um aumento de 137% face ao ano anterior, o que representa um recorde para este país dos Balcãs em 30 anos de democracia pós-regime comunista.

Muitos destes migrantes e refugiados não têm qualquer intenção de permanecer na Roménia e tentam escapar dos centros de acolhimento para prosseguir viagem para a "vizinha" Hungria, muitos deles escondidos em camiões.

A Hungria é muitas vezes o primeiro país da União Europeia (UE) onde chegam milhares de pessoas oriundas de países em conflito ou marcados pela pobreza que procuram um lugar mais seguro para viver e que pretendem, posteriormente, prosseguir viagem para Estados do centro e do norte da Europa, ou seja, à Áustria, à Alemanha e para outras das economias mais ricas do bloco comunitário.

Sérvia, Afeganistão, Paquistão, Síria, Iraque ou Índia são os países de origem da maioria destes migrantes e refugiados.

Leia Também: Profissionais de saúde romenos chegam à Eslováquia após pedido de ajuda

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório