Meteorologia

  • 27 OUTUBRO 2021
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

AO MINUTO: Não podemos ter "4.º confinamento"; Marcelo destaca "lucidez"

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19.

AO MINUTO: Não podemos ter "4.º confinamento"; Marcelo destaca "lucidez"

A Assembleia da República já debateu e aprovou o decreto presidencial para o 12.º Estado de Emergência. No documento, Marcelo Rebelo de Sousa defende que "o futuro desconfinamento deve ser planeado por fases, com base nas recomendações dos peritos e em dados objetivos, como a matriz de risco, com mais testes e mais rastreio, para ser bem-sucedido".

Apesar das críticas, a renovação do Estado de Emergência até 16 de março foi garantida com votos a favor de PS, PSD, PAN e CDS-PP, assim como da deputada não inscrita Cristina Rodrigues.

Portugal mantém a tendência de descida dos indicadores e regista, esta quinta-feira, 49 mortos e 1.160 novos casos confirmados de Covid-19 - o número mais baixo desde 11 de outubro. Em termos acumulados, o país soma 801.746 infeções por SARS-CoV-2 e 16.185 vítimas mortais.

Pode consultar nestes mapas interativos a evolução da pandemia de coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

00h00 - Boa noite! Este registo termina por aqui, mas o acompanhamento será retomado na manhã de sexta-feira. Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes.

Caso tenha sintomas:

  • SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24
  • SNS24 da Madeira: 800 24 24 20
  • SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

23h59 - EUA "à frente" do programado com 50 milhões de vacinas administradas. Os Estados Unidos estão "várias semanas à frente" do previsto no que diz respeito à vacinação contra o SARS-CoV-2, garantiu hoje o Presidente, que prometeu 100 milhões de vacinas administradas nos primeiros 100 dias do mandato.

23h51 - Como é a quarentena em hotéis no Reino Unido? Os viajantes que cheguem ao Reino Unido, oriundos de países da 'lista vermelha', têm de, desde dia 15 de fevereiro, cumprir um período de quarentena de 10 dias em hotéis designados pelo governo britânico e pagar 1.750 libras, qualquer coisa como 1.993 euros. Veja as imagens nesta galeria.

Notícias ao Minuto [Como é a quarentena em hotéis no Reino Unido?]© Reuters

22h58 - Ex-ministros admitem utilidade de passaporte de vacinação para a retoma. Dois ex-ministros da Saúde, Adalberto Campos Fernandes e Luís Filipe Pereira, admitiram hoje a utilidade de um passaporte de vacinação do novo coronavírus para permitir a retoma gradual do turismo e da atividade económica.

Adalberto Campos Fernandes defendeu ainda que Portugal não pode ter um "quarto confinamento", razão pela qual março terá de ser um "mês de nervos de aço", face à necessidade de manter as restrições iniciadas em janeiro "por mais algum tempo" para se garantir que a transmissão do vírus "baixa para níveis muito baixos".

21h58 - Brasil ultrapassa as 250 mil mortes. O Brasil registou, nas últimas 24 horas, mais 65.998 infeções e 1.541 óbitos relacionados com a Covid-19. Os dados foram revelados esta quinta-feira pelas autoridades de Saúde. No total, o país soma, desde o início da pandemia, 10.390.461 casos confirmados e 251.498 vítimas mortais.

21h26 - Há que trabalhar rápido para ter certificado de vacinação "até ao verão". A presidente da Comissão Europeia disse hoje que os países da União Europeia vão ter de trabalhar rapidamente para afinar os seus sistemas de saúde e fronteiras se quiserem ter um certificado de vacinação que funcione durante o verão.

"Os Estados-Membros terão que agir rapidamente com a implementação se quisermos ter esse certificado até ao verão. Além de concordar em princípios e tecnologia, o rápido desenvolvimento nas fronteiras e nos sistemas de saúde deve ser assegurado", disse Ursula von der Leyen, após a cimeira europeia de líderes em que foi debatida a implementação deste instrumento.

21h07 - Marcelo insiste no apelo a mais "medidas de emergência e de apoio". O Presidente da República insistiu hoje no apelo a mais "medidas de emergência e de apoio", para compensar os "sacrifícios pesados" do atual confinamento geral imposto para conter a Covid-19.

20h55 - Israel suspende doações de excedentes da vacina. Israel congelou a distribuição dos excedentes das vacinas para a Covid-19 a Estados aliados em particular, anunciou hoje o Ministério da Justiça israelita, enfatizando que as autoridades competentes deveriam examinar se tal medida faz parte das prerrogativas do primeiro-ministro.

20h00 - Marcelo Rebelo de Sousa fala ao país. "Reduzimos nesta quinzena, significativamente, o número de infetados e o número de mortos e o indicador de propagação do vírus atingiu os valores mais baixos num ano. Tudo comprovando a vossa lucidez, determinação e coragem". Foi deste modo que Marcelo Rebelo de Sousa iniciou a sua declaração, esta quinta-feira, ao país.

E reiterou: "Temos de ganhar até à Páscoa o verão e o outono deste ano". Assim, defendeu o Presidente da República, "a Páscoa é um tempo arriscado para mensagens confusas ou contraditórias, como por exemplo, a de abrir sem critério antes da Páscoa, para nela fechar logo a seguir, para voltar a abrir depois dela".

"Nós conhecemos bem a história deste ano de pandemia. Não cometeremos os mesmos erros. E temos a certeza de que se formos sensatos, o pior já passou", terminou.

19h54 - Líderes da UE assumem como prioridade de topo "acelerar vacinas". A grande prioridade atual da União Europeia é acelerar a produção de vacinas e a campanha de vacinação contra a Covid-19, afirmou hoje o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, no final de nova cimeira virtual consagrada à pandemia.

19h43 - Medidas de resposta à pandemia custam 258 milhões em janeiro. As medidas de resposta à pandemia de Covid-19 tiveram um impacto de 257,8 milhões de euros nas contas públicas no primeiro mês do ano, revela a síntese de execução orçamental divulgada hoje pela Direção-Geral do Orçamento (DGO).

19h30 - França em vigilância reforçada devido a variante do Reino Unido. O primeiro-ministro de França, Jean Castex, anunciou hoje que 20 departamentos franceses estão em vigilância reforçada podendo haver medidas adicionais como confinamentos locais a partir de 6 de março, caso a situação pandémica não melhore.

19h05 - Dois leões e um gorila testam positivo no zoo de Praga. Dois leões e um gorila testaram positivo ao novo coronavírus no Jardim Zoológico de Praga, na República Checa. O zoo encontra-se fechado devido às restrições no país.

18h45 - Resolvido surto em lar de Redondo com oito mortes. O surto de covid-19 no Lar da Misericórdia de Redondo, no distrito de Évora, que infetou 76 pessoas, entre utentes e funcionários, com oito óbitos, foi considerado resolvido, disse hoje o provedor da instituição.

18h27 - Angola regista mais 55 infeções, um óbito e 17 doentes recuperados. Segundo o boletim epidemiológico da Direção Nacional de Saúde Pública, os novos casos foram reportados em Luanda (38), Cabinda (05), Huíla (05), Zaire (05), Bié (01) e Cuando Cubango (01), com idades entre 10 meses e 74 anos.

18h08 - Guiné-Bissau regista 44 novos casos de infeção. A Guiné-Bissau registou mais 44 casos de infeção pelo novo coronavírus, para um total acumulado de 3.215, segundo os dados hoje divulgados pelo Alto Comissariado para a Covid-19.

18h03 - Cabo Verde reporta mais 40 casos positivos em 24 horas. Cabo Verde registou 40 novos casos positivos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, elevando para 15.201 o total acumulado de infetados desde 19 de março, informou hoje o Ministério da Saúde.

17h49 - Dados de Espanha. Espanha contou, nas últimas 24 horas, um total de 9.568 novos casos de Covid-19 e 345 mortes. Os dados revelados esta quinta-feira pelo Ministério da Saúde apontam que, até ao momento, o país já somou 3.180.212 infetados e 68.813 óbitos.

17h38 - BE, CDS e PAN pedem ao Governo que defina plano de desconfinamento. BE, CDS-PP e PAN pediram hoje ao Governo que defina um plano para o desconfinamento e que faça "muito melhor" no que toca aos apoios aos cidadãos e às empresas. Fique a par.

17h17 - Dados de Itália. Itália somou, nas últimas 24 horas, mais 19.886 infeções e 308 mortes relacionadas com a Covid-19. Os dados foram esta quinta-feira revelados pelas Autoridades de Saúde. No total, desde o início da pandemia, foram contabilizados 2.868.435 casos positivos e 96.974 pessoas já perderam a vida.

17h00 - A 12.ª Emergência foi aprovada no Parlamento. Os deputados debateram e aprovaram - por "larga maioria", disse Ferro Rodrigues -, esta quinta-feira, o 12.º Estado de Emergência que entrará em vigor no próximo dia 2 de março e que estará em vigor até ao dia 16 do mesmo mês.

Sem surpresas, PS, PSD, PAN e CDS-PP votaram favoravelmente, assim como a deputada não inscrita Cristina Rodrigues. Também como na anterior votação, o Bloco de Esquerda absteve-se, e PCP, PEV, Iniciativa Liberal, Chega e a deputada não inscrita Joacine Katar Moreira votaram contra.

16h58 - No arranque do ano, pandemia agravou saldo orçamental em 602 milhões. A execução orçamental em contabilidade pública das Administrações Públicas (AP) no primeiro mês de 2021 apresentou um saldo de 760 milhões de euros, traduzindo um agravamento em 602 milhões de euros face ao período homólogo, anunciou o Ministério das Finanças, esta quinta-feira.

16h51 - Eduardo Cabrita no Parlamento. Após um destaque à incidência dos casos e a respetiva descida que Portugal tem vindo a verificar, o ministro defendeu, na AR, que são a "prova a adequação plena de medidas particularmente exigentes e difíceis que incidiram sobre todos", com "custos tremendos para os mais frágeis que justificam medidas de apoio a emprego e empresas".

Eduardo Cabrita assinalou também o "sinal da esperança da vacinação" que vai conquistando o seu caminho, realçando o meio milhão de portugueses que já receberam, pelo menos, a primeira dose vacina, um marco atingido precisamente hoje. Na sua intervenção, o governante adiantou que, no final desta semana, o país terá mais vacinas administradas do que portugueses infetados.

16h38 - Eurodeputados querem certificado comum de vacinação para fins turísticos. A comissão de Turismo do Parlamento Europeu defendeu hoje a criação de certificado comum de vacinação para fins turísticos para permitir a retoma do setor em altura de pandemia Covid-19, sugerindo também protocolos para testes antes das viagens.

16h22 - Reino Unido com mais 9.985 casos e 323 mortes em 24 horas. O Reino Unido registou, nas últimas 24 horas, mais 9.985 novos casos e 323 mortes relacionadas com o novo coronavírus. Os dados foram esta quinta-feira revelados pelas Autoridades de Saúde. No total, morreram no país 122.070 pessoas entre 4.154.562 casos de contágio confirmados desde o início da pandemia Covid-19.

16h19 - Açores com cinco novos casos divididos entre São Miguel e Pico. Os Açores diagnosticaram, nas últimas 24 horas, cinco novos casos positivos de Covid-19, resultantes de 1.618 análises, sendo quatro em São Miguel e um no Pico, informou hoje a Autoridade de Saúde Regional.

16h17 - PSD exige ao Governo que aponte "um caminho" para o desconfinamento. No debate parlamentar sobre a autorização do pedido de autorização do estado de emergência, o deputado e vice-presidente do PSD André Coelho Lima acusou ainda o Governo de falhar sucessivas promessas, como a de distribuição de computadores aos alunos, e alertou que "a mentira mata a democracia".

16h14 - Nível de alerta reduzido no Reino Unido. As autoridades de saúde britânicas decidiram hoje baixar o nível de alerta relacionado com a pandemia de Covid-19 graças à redução do número de hospitalizações, cujo aumento resultou em confinamentos em dezembro e janeiro no Reino Unido.

16h03 - Portugal deixa de estar entre regiões da UE de risco elevado. Portugal deixou de estar entre as regiões europeias de risco muito elevado devido à pandemia de Covid-19 nos mapas do Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), que servem de apoio às decisões sobre viagens.

15h48 - Ministra da Saúde fala no Parlamento. "Estamos hoje melhor do que aquilo que estávamos, de facto, mas não estamos ainda no sítio onde queríamos estar", afirmou Marta Temido após ter traçado um retrato da mais recente situação epidemiológica em Portugal. "Não há culpados, há uma doença", atirou, acrescentando: "Não há nós e os portugueses, somos todos portugueses, somos todos cidadãos, somos todos povo".

15h13 - Polícia britânica passou quase 69 mil multas por violação às restrições. A polícia britânica já multou 68.952 pessoas por infrações ao confinamento imposto para combater a pandemia de Covid-19 desde que decretou as restrições, segundo os dados oficiais hoje divulgados.

15h10 - Emergência em debate no Parlamento. O Parlamento vai debater e votar hoje a renovação do estado de emergência até 16 de março para permitir medidas de contenção da Covid-19, que tem aprovação assegurada, com o apoio de PS, PSD, CDS-PP e PAN. Siga aqui:

15h04 - Voo da TAP do Brasil para Lisboa traz 100 pessoas em situação prioritária. A secretária de Estado das Comunidades Portuguesas disse hoje que o voo TAP, que trará para Lisboa portugueses retidos no Brasil, já completo, inclui 100 pessoas em situação considerada prioritária e uma ao abrigo do regime de repatriamento.

15h00 - Atualização em Portugal. Portugal mantém tendência de descida e regista, esta quinta-feira, mais 49 mortos e 1.160 casos confirmados de Covid-19. Em termos acumulados, o país soma 801.746 infeções por SARS-CoV-2 e 16.185 vítimas mortais.

O número de mortos reportado hoje é o baixo desde 8 de novembro do ano passado, quando foram registadas 48 vítimas mortais. Quanto aos infetados, o número de casos diários desta quinta-feira é o baixo desde 11 outubro de 2020, dia em que foram identificados 1.090 contágios em 24 horas.

15h00 - Boa tarde! Inicia-se aqui um novo registo onde vai poder acompanhar todas as incidências relacionadas com o novo coronavírus. Para recordar as notícias desta manhã, clique aqui.

Leia Também: AO MINUTO: N.º de casos diários foi hoje o mais baixo desde 11 de outubro

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório