Meteorologia

  • 02 DEZEMBRO 2021
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 15º

Edição

Angola confirma 24 novas infeções e nenhuma morte nas últimas 24 horas

As autoridades de saúde angolanas registaram 24 casos positivos de covid-19 e nenhuma morte, nas últimas 24 horas, e deram como recuperados 45 doentes, atingindo o país um total de 20.086 infeções, 475 óbitos e 18.540 recuperações. 

Angola confirma 24 novas infeções e nenhuma morte nas últimas 24 horas
Notícias ao Minuto

19:00 - 07/02/21 por Lusa

Mundo Covid-19

Segundo a informação sobre a situação da covid-19 em Angola, assinada pelo secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, do total de casos registados nas últimas 24 horas, 15 foram notificados em Luanda, dois no Bié, o mesmo número no Huambo, Moxico e Zaire e um na Huíla, com idades entre os dois e 82 anos, sendo 18 do sexo masculino e seis feminino.

As pessoas recuperadas, indica a informação, são 39 da Lunda Sul, cinco do Moxico e uma do Bié, com idades que variam de um mês a 72 anos.

Com estes dados, Angola tem ativos 1.071 casos, dos quais sete críticos, 11 graves, 81 moderados, 76 leves e 896 assintomáticos, estando internados um total de 175 doentes e 146 pessoas em acompanhamento da quarentena institucional.

No que se refere aos laboratórios, foram processadas, no período em referência, 537 amostras por RT-PCR, apontando o cumulativo para 368.442 amostras processadas, com uma taxa de positividade de 5,4%.

A pandemia da covid-19 provocou, pelo menos, 2.310.234 mortos no mundo, resultantes de mais de 105,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leia Também: AO MINUTO: "Confinamento tem de se manter"; Gémeos nascem com Covid

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório