Meteorologia

  • 02 MARçO 2021
Tempo
10º
MIN 8º MÁX 18º

Edição

Morreu enfermeira que recusou reformar-se para ajudar durante pandemia

Enfermeira com mais de 50 anos de carreira recusou ficar parada quando a pandemia de Covid-19 assolou o mundo.

Morreu enfermeira que recusou reformar-se para ajudar durante pandemia

Após mais de 50 anos como enfermeira nos Estados Unidos, Betty Grier Gallagher tinha direito a reformar-se na altura em que a pandemia de Covid-19 surgiu. Contudo, de acordo com aqueles que a conheciam, a vontade de cuidar dos outros falou mais alto.

'Miss Betty', como lhe chamavam os colegas de trabalho, fazia habitualmente o turno da noite para poder ajudar os colegas mais jovens e era, de acordo com a família, a enfermeira favorita de todos, reporta a CNN.

Quando a pandemia de Covid-19 chegou, devido à sua idade, os colegas pediram-lhe que ficasse em casa, de forma a proteger-se da doença. Pedido esse a que não acedeu, por saber que a comunidade precisava dela.

Continuou a trabalhar até que a Covid-19 a obrigou a ficar em casa, em dezembro, quando contraiu o vírus. No dia 10 de janeiro, um dia antes de completar 79 anos, Betty morreu.

"Ela não o fez para dar nas vistas. Fê-lo porque era a sua vocação", disse o seu filho Carson Grier Jr, sobre o motivo pelo qual a mãe insistiu em continuar a trabalhar.

Betty trabalhou como enfermeira durante quase toda a sua vida e acreditava que o seu dever era cuidar dos pacientes e ser mentora dos colegas mais jovens.

Leia Também: AO MINUTO: SNS24 com recorde de chamadas. Costa no Parlamento

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório