Meteorologia

  • 20 JANEIRO 2021
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 16º

Edição

FBI pede "alerta máximo" aos chefes de polícia, após ataque ao Capitólio

Autoridades federais acreditam que as milícias e os extremistas racistas poderão planear ataque e descrevem-nos como "muito provavelmente as maiores ameaças de terrorismo doméstico em 2021".

FBI pede "alerta máximo" aos chefes de polícia, após ataque ao Capitólio

As autoridades federais norte-americanas emitiram um relatório conjunto onde indicaram que o assalto ao Capitólio, na passada quarta-feira, será um "incitador significativo de violência" para milícias armadas ou extremistas racistas que estejam a planear atacar no dia da tomada de posse, no próximo dia 20 de janeiro.

De acordo com o New York Times, que cita o relatório do Centro Nacional de Contraterrorismo e dos Departamentos de Segurança Interna e de Justiça, estes grupos querem abrir uma guerra racial e "podem explorar as consequências da falha de segurança no Capitólio levando a cabo ataques para desestabilizar e forçar um conflito nos Estados Unidos".

No documento pode ler-se que as milícias e os extremistas racistas são "muito provavelmente as maiores ameaças de terrorismo doméstico em 2021".

Este relatório, com a data de 13 de janeiro, foi disseminado por todas as agências policiais do país.

A mesma publicação indica que responsáveis da polícia federal (FBI) ligaram aos chefes de polícia de todas as maiores cidades norte-americanas, esta quarta-feira, para que permanecem "em alerta máximo" e que partilhem informação entre si.

Leia Também: FBI alerta para protestos armados nos 50 estados e em Washington DC

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório