Meteorologia

  • 15 JUNHO 2021
Tempo
18º
MIN 18º MÁX 34º

Edição

Expulsa de casa por apoiar BLM, identificou família no motim do Capitólio

Jovem foi rejeitada pela família por causa dos seus pontos de vista e acabou por identificar todos os membros que marcaram presença no ataque ao Capitólio. "Olá, mãe, lembras-te quando me disseste que não devia ir aos protestos Black Lives Matter porque podiam ser violentos? Esta és tu?".

Expulsa de casa por apoiar BLM, identificou família no motim do Capitólio

Será difícil encontrar uma história familiar que melhor descreva o ambiente político nos Estados Unidos, atualmente. Helena Duke, uma adolescente lésbica que se define como democrata, viu três dos seus familiares nos vídeos do ataque ao Capitólio e identificou-os nas redes sociais.

"Olá, esta é a lésbica liberal da família que foi corrida de casa várias vezes por causa dos seus pontos de vista e por ir a protestos do Black Lives Matter", escreveu a jovem, na legenda de três imagens.

"Portanto, a minha mãe: Therese Duke. Tio: Richard Lorenz. Tia: Annie Lorenz", acrescentou, identificando os seus familiares e deixando-os à mercê tanto das autoridades como do escrutínio da internet.

Perante algumas dúvidas levantadas por internautas, a jovem reforçou a sua afirmação. "Olá, mãe, lembras-te quando me disseste que não devia ir aos protestos Black Lives Matter porque podiam ser violentos? Esta és tu?", escreveu, noutra plataforma, acrescentando depois uma imagem sua com a mãe.

Recorde-se que morreram cinco pessoas na sequência do ataque à sede do Congresso norte-americano, em Washington, D.C., na passada quarta-feira, 6 de janeiro. Entre eles está um agente de autoridade e uma mulher que foi baleada pela polícia. Os outros três morreram por causa de "emergências médicas" durante o motim.

Quatorze agentes de autoridades ficaram feridos.

Está em curso uma investigação ao motim de dia 6 de janeiro, no Capitólio, conduzida pelos Gabinetes do FBI de Washington, de Dallas e de Memphis e pela Polícia do Capitólio dos Estados Unidos.

As autoridades continuam a apelar a que as pessoas denunciem indivíduos suspeitos de utilizarem explosivos, ou de praticarem atos violentos e destrutivos, associados à recente agitação. A nota acrescenta que "o FBI está à procura de indivíduos que possam ter incitado ou promovido violência de qualquer tipo".

Leia Também: Congressista democrata acossado em aeroporto por apoiantes de Trump

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório