Meteorologia

  • 22 JANEIRO 2022
Tempo
11º
MIN 5º MÁX 14º

Edição

Israel deteta quatro casos da nova variante do vírus do Reino Unido

O Ministério da Saúde de Israel anunciou hoje ter detetado quatro casos de nova variante da SARS-CoV-2 identificada no Reino Unido.

Israel deteta quatro casos da nova variante do vírus do Reino Unido
Notícias ao Minuto

17:48 - 23/12/20 por Lusa

Mundo Covid-19

"Em testes realizados no Laboratório Central do Ministério da Saúde, descobriram-se quatro casos de covid-19 da nova variante descoberta recentemente no Reino Unido", assinalou o ministério em nota.

Além disso, acrescentou que três dos quatro pacientes afetados pela nova variante da covid-19 chegaram recentemente do território britânico e estão isolados num hotel.

No entanto, o quarto elemento não esteve no Reino Unido e o seu caso está a ser investigado.

Este anúncio chega horas depois de um veto à entrada de estrangeiros no país, implementado precisamente para evitar a propagação da nova variante.

A partir de hoje às 22:00 locais (20:00 em Lisboa), apenas israelitas ou residentes com autorização especial de regresso ao país poderão entrar, e todos serão transferidos para hotéis, onde terão de passar duas semanas em quarentena, com poucas exceções.

"Obviamente tomamos os passos corretos quando encerramos os céus com a Grã-Bretanha e o resto do mundo. No entanto, por enquanto temos que assumir que o vírus entrou e se está propagar aqui", afirmou o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, em comunicado divulgado depois de saber da notícia.

Além disso, acrescentou que há que acelerar a velocidade da campanha de vacinação, que começou no início desta semana e disse que "há boas possibilidades" de ser efetiva contra a nova variante.

Por outro lado, o Gabinete do Coronavírus está atualmente a debater que restrições aplicar para travar a propagação da pandemia, que se agravou nas últimas semanas e que poderia obrigar as autoridades a implementar um novo confinamento, o terceiro desde março.

O Ministério da Saúde tenta há dias aplicar um confinamento geral, que pode começar já na próxima semana.

Hoje de manhã foram divulgados os últimos números de contágios, que aumentaram no dia anterior em 3.200 e mantêm-se muito acima do limite de 2.500 que o governo fixou para voltar a implementar restrições.

Neste momento, Israel, com cerca de nove milhões de habitantes, tem cerca de 30.000 casos ativos, com cerca de 500 pacientes internados em estado grave, 118 deles ligados a ventiladores.

Desde o início da pandemia em março, um total de 3.136 pessoas morreram devido à doença no país.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.718.209 mortos resultantes de mais de 77,9 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório