Meteorologia

  • 16 JANEIRO 2021
Tempo
MIN 4º MÁX 14º

Edição

Brasil reporta 31.100 novos casos de Covid-19 e mais 630 óbitos

O país contabiliza agora mais de 170 mil mortes devido ao novo coronavírus.

Brasil reporta 31.100 novos casos de Covid-19 e mais 630 óbitos

O Brasil reportou, esta terça-feira, 31.100 novos casos de infeção pelo novo coronavírus e mais 630 mortes. Com esta atualização, o total acumulado de contágios sobe para 6.118.708 e o de vítimas mortais para 170.115.

De acordo com os dados do Ministério da Saúde brasileiro, 5.476.018 pessoas foram dadas como recuperadas e 472.575 estão a ser acompanhadas pelas autoridades de saúde.

O foco da covid-19 no país continua a ser São Paulo (sudeste), o estado mais rico e populoso do país, que concentra oficialmente 1.215.844 de pessoas diagnosticadas e 41.455 vítimas mortais.

No país sul-americano, cuja população ronda os 212 milhões de habitantes, 5.476.018 de pessoas diagnosticadas com a covid-19 já recuperaram da doença e 472.575 infetados permanecem sob acompanhamento médico.

A taxa de transmissão (rt) do novo coronavírus voltou a subir no Brasil e já é a maior desde maio, de acordo com dados divulgados hoje pelo Imperial College London, referência no acompanhamento de epidemias.

índice registado no país sul-americano passou a ser de 1,30, contra 1,10 registado no último balanço divulgado em 16 de novembro. Este é o maior número desde a semana de 24 de maio, quando o índice atingiu 1,31.

Na prática, esse valor indica que cada 100 infetados transmitem o vírus para outros 130 que, por sua vez, o transmitem para mais 129, reduzindo progressivamente o alcance da doença.

A taxa de contágio é uma das principais referências para acompanhar a evolução epidemiológica da covid-19, e mostram agora um aumento nesse indicador no Brasil, após várias semanas de queda.

Face ao aumento do número de casos e mortos, o estado do Rio de Janeiro, que totaliza 340.833 casos de infeção e 22.141 mortos desde o início da pandemia, anunciou hoje que criará um programa de testagem em massa da população.

"A situação não é tranquila. Já aumentamos em 214 camas de Centro de Terapia Intensivo e, em até, 48 horas vamos anunciar postos de diagnóstico precoce, com exame por PCR e por imagem. Faremos um grande programa de testagem, com o auxílio dos municípios e do Governo federal", informou o governador do Rio de Janeiro em exercício, Cláudio Castro, sem dar mais detalhes sobre os métodos para implementação desse programa.

Contudo, apesar do aumento, Castro descartou a possibilidade de voltar a implementar medidas mais restritivas de isolamento social, mas prometeu intensificar a fiscalização.

Leia Também: AO MINUTO: 39 detidos no Estado de Emergência; Brasil soma 170 mil óbitos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório