Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2020
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

O aviso das autoridades canadianas: Não deixem os alces lamber os carros

Os alces são "obcecados" por sal e podem tentar lamber o sal que salta das estradas para os automóveis. Autoridades temem que os animais comecem a sentir-se confortáveis perto de carros, o que representa um risco para os mesmos e para os condutores.

O aviso das autoridades canadianas: Não deixem os alces lamber os carros

As autoridades canadianas estão a transmitir uma mensagem importante para os condutores que circulam nas estradas de Jasper, uma cidade na província de Alberta. Estão a pedir aos condutores que não deixem os alces lamber os seus carros, como adianta a CNN.

Nas redes sociais já circulam algumas imagens que mostram este aviso peculiar das autoridades de Jasper, mas que tem uma explicação. É que os alces adoram sal e o sal é espalhado nas estradas desta cidade para derreter o gelo. Quando os carros passam nessas estradas o sal salta para os carros.

“Eles são obcecados por sal, é uma das coisas de que precisam para os minerais nos seus corpos. Habitualmente, conseguem-no em lagos de água salgada no parque, mas agora perceberam que também podem obter o sal das estradas que salpica os carros”, referiu Steve Young, porta-voz do Jesper National Park.

Neste parque canadiano, muitos condutores param os carros na berma da estrada na esperança de vislumbrarem um alce. Mas deixar os alces aproximarem-se dos veículos e lamberem o sal pode gerar um hábito potencialmente perigoso, tanto para os animais como para os condutores, que podem acidentalmente atropelá-los.

“Alces e carros não é uma boa combinação. Se atropelarem um alce com o vosso carro, levantam-nos do solo e eles entram pelo para-brisas”, disse Young, que acrescentou que os condutores devem afastar-se quando virem um destes animais a aproximar-se.

O porta-voz do parque realça ainda que as pessoas devem evitar as interações com os alces. Pois ao contrário de outros animais, os alces não costumam fugir quando as pessoas se aproximam. Ao invés, mantêm as suas posições e podem até atacar se sentirem ameaçados.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório