Meteorologia

  • 24 JANEIRO 2021
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Tweets de Donald Trump servem para desviar atenção de temas negativos

Um estudo académico defende que os 'tweets' do Presidente dos EUA, Donald Trump, ao longo do seu mandato, servem sobretudo para desviar as atenções de temas potencialmente prejudicais à sua reputação.

Tweets de Donald Trump servem para desviar atenção de temas negativos

Um estudo internacional, liderado pela Universidade de Bristol, no Reino Unido, testou duas hipóteses: se um aumento na cobertura negativa de temas relativos a Trump nos 'media' foi seguido por um aumento de presença do Presidente dos EUA na rede social Twitter; e se esse aumento de presença de Trump no Twitter reduziu a atenção dos 'media' para esses temas prejudiciais.

A conclusão dos académicos, agora divulgada em artigo na revista Nature Communication, foi que a conta pessoal do Presidente dos EUA na rede social Twitter tem sido usada rotineiramente para desviar a atenção de temas que possam prejudicar a sua reputação política, definindo a agenda dos 'media' tradicionais.

O artigo - intitulado "O uso dos 'tweets' do Presidente para compreender a diversão política na era dos 'media' sociais", assinado por três académicos (Stephan Lewandowsky, Michael Jetter e Ulrich Ecker) -- revela que há evidências suficientes para demonstrar que Trump usou o Twitter como arma de distração de atenções.

"A nossa análise apresenta evidências empíricas consistentes com a teoria de que, sempre que os 'media' relatam alguma coisa ameaçadora ou politicamente desconfortável para o Presidente Trump, a sua conta (de Twitter) aumenta a intensidade de mensagens sobre outros temas, relacionadas com os seus pontos fortes políticos", explica Stephan Lewandowksy, o investigador principal por detrás deste estudo.

"Este desvio sistemático de atenção para longe de um tópico potencialmente prejudicial reduz significativamente a cobertura negativa dos 'media' nos dias seguintes", acrescenta Lewandowsky, concluindo que ambas as hipóteses colocadas pelos teóricos ficaram provadas.

De acordo com este estudo, as redes sociais digitais dão aos líderes políticos acesso direto e imediato aos seus constituintes, oferecendo uma oportunidade para eles explicarem as suas ações e propostas, sem terem de passar pelo filtro dos meios de comunicação tradicionais.

O Presidente Donald Trump tem sido um dos líderes mundiais mais prolíficos, tendo produzido cerca de 30.000 'tweets' desde o início da sua candidatura presidencial, em 2015.

Embora vários analistas se tivessem referido anteriormente ao papel dos 'tweets' de Trump como forma de desviar as atenções de temas negativos, não existia até agora evidência fundada dessa estratégia.

O estudo concentrou-se nos dois primeiros anos do mandato de Trump, examinando casos como o da investigação do procurador-especial Robert Mueller sobre o alegado conluio da equipa do Presidente com o Governo russo, durante as eleições de 2016.

Os investigadores analisaram conteúdo relacionado com a Rússia e com a investigação de Mueller em dois meios de comunicação de referência (o jornal diário The New York Times e a estação televisiva ABC), selecionando um conjunto de palavras-chave correspondentes aos tópicos preferidos de Trump, nessa altura.

O estudo comprovou que, à medida que o The New York Times e a ABC aumentavam a sua cobertura da investigação de Robert Mueller, mais frequentes eram os 'tweets' de Trump sobre tópicos como o emprego, as relações com a China ou a imigração.

A pesquisa também comprovou que, perante a estratégia de Trump, os 'media' analisados diminuíam a atenção sobre os temas prejudiciais para o Presidente, dando atenção aos tópicos mencionados nas mensagens vindas da Casa Branca.

"Não fica claro se o Presidente Trump, ou quem quer que esteja no comando da conta de Twitter, se envolve nestas táticas intencionalmente ou se é mera intuição. De qualquer forma, esperamos que esses resultados sirvam como alerta útil para os 'media' de que eles têm o poder de definir a agenda das notícias", conclui Lewandowsky.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório