Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2021
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

HRW apela às autoridades da RDCongo para deterem líder rebelde procurado

A organização não-governamental Human Rights Watch (HRW) pediu hoje às autoridades congolesas que prendam um líder rebelde procurado por crimes cometidos no leste da República Democrática do Congo (RDCongo), onde o seu grupo é acusado de conluio com o exército regular.

HRW apela às autoridades da RDCongo para deterem líder rebelde procurado
Notícias ao Minuto

19:48 - 20/10/20 por Lusa

Mundo RDCongo

Os rebeldes da Nduma Defense of Congo-Renové (NDC-R), liderados por Guidon Shimiray Mwissa, "mataram dezenas de homens, mulheres e crianças" desde 2014 nos territórios do Kivu do Norte, escreveu organização de defesa dos direitos humanos num relatório.

De acordo com o Barómetro de Segurança Kivu, um projecto conjunto da HRW e do Congo Research Group, o NDC-R matou mais de 130 civis desde 2018.

Alvo de sanções do Conselho de Segurança da ONU desde 1 de Janeiro de 2018, Guidon Shimiray, 40 anos, é objeto de um mandado de captura emitido em 7 de Julho de 2019 pelas autoridades da República Democrática do Congo (RDCongo).

A HRW "não está em condições de atestar a mais pequena tentativa de deter Guidon pelas autoridades congolesas ou pelas forças de manutenção da paz das Nações Unidas. Pelo contrário, há provas de que elementos do exército congolês colaboraram com o NDC-R", acusa o relatório.

As autoridades congolesas deveriam não apenas "prender Guidon", como também "todos os oficiais do exército [da RDCongo] que lhe permitiram escapar à justiça", afirma Thomas Fessy, investigador sénior da RDCongo na HRW, no encerramento de um vídeo em que mostra o conluio entre o NDC-R e o exército congolês (https://t.co/9m0LbdCSqG?amp=1).

"É tempo de avançar com a detenção dos senhores da guerra, incluindo Guidon no Kivu do Norte, e de investigar minuciosamente o seu apoio dentro do aparelho de segurança congolês", defendeu igualmente o embaixador canadiano Nicolas Simard, através de rede social Twitter.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório