Meteorologia

  • 26 NOVEMBRO 2020
Tempo
15º
MIN 8º MÁX 15º

Edição

Dirigente da Casa Branca desloca-se à Síria para tentar norte-americanos

Um dirigente da Casa Branca fez uma visita secreta à Síria, para conversações de alto nível com vista à libertação de dois cidadãos dos EUA, dados como desaparecidos no país durante a guerra civil.

Dirigente da Casa Branca desloca-se à Síria para tentar norte-americanos
Notícias ao Minuto

22:05 - 19/10/20 por Lusa

Mundo EUA

A informação foi divulgada no domingo pelo Wall Street Journal e citada pela agência Associated Press (AP).

De acordo com a AP, um assessor de Donald Trump, Kash Patel, deslocou-se à Síria para procurar obter a libertação daqueles dois cidadãos, um dos quais o jornalista Austin Tice.

Esta deslocação é a primeira viagem à Síria de um dirigente dos EUA de alto nível desde há anos.

Se obtiver a libertação de Tice, um jornalista do Texas, que desapareceu enquanto cobria o conflito, em 2012, seria uma importante vitória para Trump.

O outo desaparecido é Majd Kamalmaz, um psicólogo clínico, com 62 anos, do Estado da Virgínia, que desapareceu em 2017. Considera-se que está detido numa das prisões do regime de Damasco.

Não houve visitas confirmadas de dirigentes de alto nível dos EUA a Damasco desde o encerramento da embaixada norte-americana e o regresso do embaixador, em 2012.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório