Meteorologia

  • 25 OUTUBRO 2020
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

Nacionalista apoiado pela Turquia eleito presidente de Chipre do Norte

O nacionalista Ersin Tatar, apoiado pela Turquia, foi hoje eleito "presidente" da autoproclamada República Turca de Chipre do Norte (RTCN), numa vitória surpreendente face ao dirigente cessante, Mustafa Akinci, anunciou hoje o conselho eleitoral.

Nacionalista apoiado pela Turquia eleito presidente de Chipre do Norte
Notícias ao Minuto

19:20 - 18/10/20 por Lusa

Mundo Ersin Tatar

Com 51,74% dos votos totais, Ersin Tatar, primeiro-ministro - que defende uma solução com dois Estados soberanos naquela ilha mediterrânica dividida -, afastou Mustafa Akinci, presidente cessante e partidário de uma reunificação de Chipre sob a forma de um Estado federal, que obteve 48.26% da votação.

Esta foi a segunda volta das eleições presidenciais na RTCN, que deixou pelo caminho nove outros candidatos, sete deles independentes, numa votação em que a abstenção se situou em torno dos 55%.

Estas eleições na RTCN, autoproclamada em 1983 e apenas reconhecida pela Turquia, foram encaradas como um teste para a ilha dividida, já que em confronto estão duas correntes que divergem na atitude a adotar face a Ancara.

Cerca de 200.000 cipriotas turcos que habitam no terço norte da ilha foram convocados nestas eleições para a "presidência" da RTCN, um lugar decisivo nas negociações entre as duas comunidades sobre uma possível reunificação da ilha.

No território, confrontam-se uma linha nacionalista ditada por Ancara e representada por Tatar, de 60 anos, e uma solução que conceda a esta entidade mais autonomia face à constante pressão da "terra-mãe", protagonizada por Akinci, de 72 anos.

Esta vitória de Tatar significa uma derrota para os apoiantes de uma solução confederal para a ilha dividida.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório