Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2020
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 19º

Edição

Sassoli "preocupado com falta de clareza" de Londres sobre pós-Brexit

O presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli, manifestou-se hoje "preocupado com a falta de clareza" do Reino Unido relativamente às relações comerciais de Londres e Bruxelas pós-Brexit, instando os britânicos a "utilizarem a janela de oportunidade" que resta.

Sassoli "preocupado com falta de clareza" de Londres sobre pós-Brexit
Notícias ao Minuto

15:33 - 15/10/20 por Lusa

Mundo Sassoli

"Embora o ritmo das conversações tenha aumentado recentemente e a UE continue a negociar até ao último momento possível, estou preocupado com a falta de clareza do lado britânico, uma vez que o fim do ano está a aproximar-se rapidamente", declarou David Sassoli, falando aos líderes europeus que a partir de hoje estão reunidos em Bruxelas.

Numa pequena intervenção no Conselho Europeu dominado pelo futuro comercial dos blocos comunitário e britânico, o líder da assembleia europeia notou que "um acordo é do melhor interesse de ambas as partes, mas [...] isso nunca poderá ser a qualquer custo".

"Espero que os nossos amigos do Reino Unido utilizem a janela de oportunidade muito estreita que resta para trabalhar construtivamente no sentido de ultrapassar as diferenças", adiantou David Sassoli, segundo a informação disponibilizada pelo Parlamento Europeu à imprensa.

Já falando sobre a implementação do Acordo de Saída, o responsável italiano disse esperar "plenamente que o Reino Unido defenda o Estado de direito e honre os compromissos que foram cuidadosamente negociados e ratificados por ambas as partes".

Os chefes de Estado e de Governo da UE reúnem-se em Bruxelas, entre hoje e sexta-feira, para uma cimeira dedicada sobretudo ao 'Brexit', às relações com África e à pandemia da covid-19.

A cimeira começa com uma discussão sobre as relações futuras com o Reino Unido, com a participação do negociador-chefe do lado europeu, Michel Barnier, e à luz do atual impasse nas negociações quando já resta muito pouco tempo para terminar o chamado período de transição, no final do ano, data em que os britânicos abandonam em definitivo a UE.

Outro dos assuntos em cima da mesa é a pandemia de covid-19, sobre o qual os líderes europeus farão um ponto da situação dos esforços de coordenação ao nível comunitário no que respeita a medidas que restringem a livre circulação.

No jantar de trabalho de hoje, o 'menu' contempla um debate de orientação sobre a forma de a UE atingir os seus objetivos climáticos, depois de, em dezembro passado, o Conselho Europeu se ter comprometido com a meta de a Europa atingir a neutralidade climática até 2050 e de a Comissão ter proposto um novo objetivo intercalar de uma redução de pelo menos 55% das emissões até 2030.

Na sexta-feira, os trabalhos são retomados com uma discussão estratégica sobre as relações da Europa com África, tendo em vista a futura reunião com os líderes da União Africana, seguindo-se outros assuntos prementes de política externa e o debate sobre a situação da pandemia da covid-19.

Portugal estará representado no Conselho Europeu pelo primeiro-ministro, António Costa.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório