Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2020
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 19º

Edição

É esta a foto que resume a presidência de Trump? Há quem diga que sim

Presidente dos Estados Unidos surge a entrar no Air Force One sem máscara apenas duas semanas após ter sido confirmado que estava infetado com o novo coronavírus.

É esta a foto que resume a presidência de Trump? Há quem diga que sim

Há uma imagem a circular nas redes sociais que está já a ser apelidada de um "resumo" da presidência de Donald Trump, avança o Indy100. Na imagem, captada pelo fotógrafo Doug Mills, do The New York Times, o presidente dos Estados Unidos surge a entrar no Air Force One, em direção a Orlando, na Flórida, sem máscara... quando todos à sua volta têm uma colocada. 

Apesar de ter sido conhecido que estava infetado com o novo coronavírus há apenas duas semanas, Trump quase não parou a sua agenda pouco depois de ter recebido alta do Walter Reed Medical Center, onde esteve internado por três dias. Na fotografia há dois dias revelada, o líder do país mais influente do mundo parece "mais interessado em abrigar-se da chuva". "Entretanto, mais ninguém parece estar preocupado com a meteorologia", escreve a publicação. 

As críticas à imagem não se fizeram esperar com diversas partilhas nas redes sociais. "Sem máscara, sem vergonha, sem respeito pela vida humana", foi o comentário do jornalista Steven Beschloss. Já o escritor, ensaísta e jornalista James Gleick comentou que "ninguém recebe um salário suficiente para estar num avião com este homem"

Donald Trump subiu ao palco em Sanford, no estado da Flórida, na passada segunda-feira, e declarou estar de boa saúde, dizendo que se sentia "poderoso" e suficientemente bem para mergulhar na multidão e "beijar os homens e as mulheres bonitas".

Segundo a agência de notícias Associated Press (AP), o comício realizou-se sem distanciamento social, e o uso de máscaras não era generalizado entre os milhares de pessoas presentes. A ação de campanha para as presidenciais de 3 de novembro durou cerca de uma hora.

Já noutra ação de campanha em JohnstownPensilvânia, Trump apontou para um homem na plateia e disse ser capaz de beijá-lo para provar que é "imune" ao coronavírus, num discurso que está a ser descrito como bizarro pela imprensa internacional.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório