Meteorologia

  • 24 NOVEMBRO 2020
Tempo
17º
MIN 9º MÁX 18º

Edição

Acumulador britânico morre e deixa 'tesouro' no valor de 4 milhões

Homem tinha coleções 'vintage' de banda desenhada, câmaras fotográficas e guitarras. Discos dos 'The Beatles' e cartas históricas sobre Elvis Presley também faziam parte do património.

Acumulador britânico morre e deixa 'tesouro' no valor de 4 milhões

A morte de um acumulador britânico revelou um 'tesouro' que pode chegar até um valor próximo dos quatro milhões de libras - cerca de 4,4 milhões de euros. O homem de 44 anos, que vivia sozinho numa casa com três quartos em Nottingham e que perdeu a vida subitamente, tinha coleções incríveis e de fazer inveja a qualquer museu. 

Conta o Metro que a coleção terá sido feita ao longo de 18 anos e, desta, constavam todo o género de itens. Dezenas de discos dos 'The Beatles', fotografias autografadas e cartas acerca de personalidades como John F. Kennedy, Winston Churchill ou Elvis Presley eram apenas uma parte. 

Do pecúlio constavam ainda coleções 'vintage' de banda desenhada, mais de quatro mil livros considerados raros, câmaras fotográficas e doze guitarras das décadas 60 e 70 do século passado. 

A dimensão do seu 'tesouro' levou a que, no último ano da vida, o homem tivesse de sair de sua casa e ir morar para uma pensão. No total, teria mais de 60 mil objetos.

Estes serão agora levados a leilão. Para os retirar da habitação, foram necessários oito homens e três carrinhas, durante seis semanas.

Contudo, um mistério permanecerá. O acumulador trabalhava como programador informático e não se sabe como teria dinheiro suficiente para 'alimentar' a sua coleção.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório