Meteorologia

  • 02 DEZEMBRO 2020
Tempo
17º
MIN 10º MÁX 18º

Edição

Polícia que asfixiou Floyd libertado após pagar 1 milhão de dólares

Derek Chauvin foi libertado mediante o pagamento de uma fiança de cerca de 1 milhão de dólares (cerca de 800 mil euros).

Polícia que asfixiou Floyd libertado após pagar 1 milhão de dólares

O antigo agente da polícia de Minneapolis que foi acusado de homicídio depois de ter colocado um joelho no pescoço do afro-americano George Floyd foi, esta quarta-feira, libertado sob fiança, que estava estabelecida em cerca de 1 milhão de dólares (cerca de 800 mil euros).

Derek Chauvin, de 44 anos de idade, que estava detido numa prisão de alta segurança no Minnesota, enfrenta acusações de homicídio em segundo grau e homicídio involuntário (equivalente ao homicídio por negligência) no âmbito do caso da morte de Floyd, e vai ser novamente presente a um juiz em março de 2021.

Caso seja condenado por homicídio em segundo grau, o ex-polícia, com 19 anos de carreira e que tinha mais de uma dezenas de queixas contra si, incorre numa pena de até 40 anos de prisão.

Recorde-se que quatro agentes da polícia de Minneapolis foram despedidos na sequência da investigação à morte de George Floyd. Thomas Lane, J. Kueng e Tou Thao são acusados de ajudar o colega e de o encorajar no ato de violência que levou à asfixia de Floyd, tendo pago 750.000 de fiança e encontrando-se em liberdade a aguardar julgamento.

Os quatro agentes devem comparecer em tribunal para ser julgados juntos, mas o juiz está a avaliar um pedido para que sejam julgados separadamente.

Floyd, que foi apanhado com uma nota falsa de 20 dólares (18 euros), foi sufocado por Chauvin, que manteve um joelho no seu pescoço durante vários minutos, mesmo após várias súplicas de que não conseguia respirar, no dia 25 de maio deste ano.

A morte do afro-americano espoletou uma onda de protestos contra a violência policial e a injustiça racial em várias cidades norte-americanas, dando um novo fôlego ao movimento 'Black Lives Matter'.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório