Meteorologia

  • 31 OUTUBRO 2020
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 23º

Edição

Maduro diz que espera ter pandemia sob controlo na Venezuela este ano

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse este domingo que espera que a pandemia da covid-19 no país fique sob "controlo efetivo" entre outubro e dezembro.

Maduro diz que espera ter pandemia sob controlo na Venezuela este ano
Notícias ao Minuto

06:36 - 21/09/20 por Lusa

Mundo Covid-19

"Poderíamos alcançar uma situação de controlo, de equilíbrio favorável, é o que procuramos neste mês de setembro para avançar no último trimestre numa situação de controlo efetivo da pandemia em outubro, novembro, dezembro", afirmou, durante uma iniciativa governamental transmitida pelo canal estatal Venezolana de Televisión (VTV).

Maduro referiu que há semanas que a Venezuela atravessa uma fase da pandemia em que "o número de altas médicas coincide com o número de casos diários", pelo que espera que seja possível "reduzir o número de casos diários através da prevenção, com a proteção da família".

Tudo isto com o objetivo de "aumentar um pouco mais as altas médicas" e assim alcançar aquela "situação de controlo, de equilíbrio favorável" ainda este mês.

Por seu lado, o ministro da Saúde, Carlos Alvarado, explicou que, nas últimas quatro semanas, a curva de contágio entrou numa situação de "planalto".

"Começou uma lenta mas real diminuição dos casos, mas há alguns outros estados que começaram a crescer", como Aragua, Carabobo, Yaracuy ou Táchira, advertiu.

Alvarado reiterou que a Venezuela tem acordos com a Rússia e "é possível que nos próximos meses" o país possa participar na fase 3 da vacina Sputnik V, desenvolvida nesse país.

A respeito desta cooperação, Maduro disse que a Venezuela está "a trabalhar de uma forma profissional, científica e séria", e salientou que tem "muita fé" no desenvolvimento de uma vacina.

Maduro revelou também que nas últimas 24 horas foram detetados 612 casos de transmissão comunitária e 95 casos "importados" por migrantes venezuelanos que regressavam da Colômbia, num total de 707.

Confrontado com estes números, disse que a curva de infeção "está a achatar-se".

As autoridades venezuelanas registaram 66.656 casos de covid-19 desde o início da pandemia e 547 mortes, o que significa mais oito nas últimas 24 horas.

A pandemia de Covid-19 já provocou pelo menos 957.948 mortos e mais de 30,8 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório