Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2021
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 25º

Edição

Nova manifestação contra Netanyahu e o governo em Jerusalém

Milhares de manifestantes reuniram-se hoje em Jerusalém para exigir a saída do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, indiciado por corrupção a acusado de má gestão da crise de saúde, na véspera de um temido anúncio de novas restrições.

Nova manifestação contra Netanyahu e o governo em Jerusalém

Desde o início do verão, e apesar da pandemia de covid-19 e do clima quente, milhares de pessoas encontram-se após o Shabbat, sábado à noite, em todo o país, nas principais cidades, para pedir a saída do primeiro-ministro.

Netanyahu foi acusado, em novembro de 2019, de corrupção, fraude e quebra de confiança em três processos.

Em Jerusalém, milhares de manifestantes marcharam pelas ruas da cidade antes de chegar à residência do primeiro-ministro, testemunhou um fotógrafo da agência francesa France-Presse.

Os manifestantes, a maioria a usar máscaras protetoras, acusaram também Netanyahu e o seu governo de não conter a pandemia de covid-19 e de gerir mal o seu impacto económico.

A taxa de infeção do vírus está a crescer novamente em Israel, que soma até agora 152.525 contágios e 1.101 mortes para uma população de nove milhões de habitantes.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório