Meteorologia

  • 20 SETEMBRO 2020
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Eleições: Joe Biden escolhe Kamala Harris para vice-presidente

Se o candidato democrata vencer, a senadora da Califórnia será a primeira mulher negra a ocupar o cargo de vice-presidente dos EUA.

Eleições: Joe Biden escolhe Kamala Harris para vice-presidente

Joe Biden anunciou, esta terça-feira, Kamala Harris como a sua parceira na corrida às presidenciais dos Estados Unidos.

A senadora da Califórnia, de 55 anos, é a primeira mulher negra a ser nomeada por um dos dois maiores partidos norte-americanos.

A escolha de Biden surge numa altura em que o país luta pelo fim do racismo e da brutalidade policial. Harris, que se tornou a segunda mulher negra do Senado, será responsável por ajudar a impulsionar o voto afro-americano, o eleitorado mais leal do partido.

Há quatro anos, a queda na participação eleitoral da comunidade negra contribuiu para a derrota de Hillary Clinton, tendo sido eleito Donald Trump, reporta a Reuters.

Biden disse, na rede social Twitter, que "quando Kamala era procuradora-geral (...) trabalhou em estreita colaboração com Beau", o seu filho que morreu de cancro em 2015 e do qual era muito próximo.

"Vi como eles desafiaram os grandes bancos, ajudaram os trabalhadores e protegeram mulheres e crianças de maus-tratos. Estava orgulhoso na altura e estou orgulhoso agora de a ter como parceira nesta campanha", adiantou.

Kamala Harris candidatou-se às eleições primárias do Partido Democrata, acabando por desistir em dezembro.

Joe Biden já tinha defendido, em março, que gostaria de ter uma mulher na sua equipa.

Através do Twitter, Kamala Harris reagiu ao anúncio, referindo que é "uma honra ser vice-presidente" de Biden.

"Joe Biden pode unir o povo americano porque passou a vida a lutar por nós. Como presidente, irá construir uma América que vive à altura dos nossos ideais. É uma honra ser a sua parceira de corrida como vice-presidente", afirmou.

Harris e Biden devem fazer declarações na quarta-feira em Wilmington, no estado de Delaware.

As eleições presidenciais norte-americanas decorrem no dia 3 de novembro de 2020.

O percurso de Kamala Harris

Filha de imigrantes - o pai é jamaicano e a mãe indiana -, Kamala Harris tem sido uma pioneira.

Após dois mandatos como procuradora em São Francisco (2004-2011), foi eleita duas vezes procuradora-geral da Califórnia (2011-2017), tornando-se então a primeira mulher, mas também a primeira pessoa negra, a dirigir os serviços judiciais do estado mais populoso do país.

Depois, em janeiro de 2017, tomou posse no Senado em Washington, a primeira mulher com origens no sul da Ásia e a segunda senadora negra na história norte-americana.

Candidata às primárias do Partido Democrata, desistiu antes da primeira votação, em dezembro.

Os apelos para que Joe Biden escolhesse uma parceira eleitoral negra multiplicavam-se desde que começou o movimento de protesto histórico contra o racismo e a violência policial desencadeado nos Estados Unidos com a morte de George Floyd no final de maio.

Harris conhece bem o candidato, a quem chama 'Joe' em público, tendo surpreendido ao atacá-lo com aspereza durante o seu primeiro debate democrata, em 2019.

Por outro lado, certos eleitores progressistas criticam-na pelo seu passado como procuradora de reputação dura para com as minorias.

Kamala Harris é a terceira mulher a ser designada como candidata a vice-presidente nos Estados Unidos, depois da democrata Geraldine Ferraro em 1984 e da republicana Sarah Palin em 2008, que não foram eleitas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório