Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2020
Tempo
MIN 5º MÁX 13º

Edição

Autoridades do Quénia detêm homem procurado pelos EUA por caça furtiva

As autoridades quenianas anunciaram hoje que detiveram um homem procurado pelos Estados Unidos da América por ter alegadamente vendido nove toneladas de marfim de elefante e mais de 180 quilogramas de chifres de rinoceronte em sete anos.

Autoridades do Quénia detêm homem procurado pelos EUA por caça furtiva
Notícias ao Minuto

15:24 - 29/07/20 por Lusa

Mundo Quénia

Na plataforma Twitter, o departamento de investigação criminal do Quénia afirmou que os seus agentes detiveram Abubakar Mansur Mohammed Surur, um cidadão queniano procurado pelos EUA por crimes relacionados com a venda de marfim, no aeroporto internacional de Mombasa, segundo maior cidade do país.

Surur estava num voo fretado oriundo do Iémen e aterrou em solo queniano na terça-feira.

A Procuradoria-Geral para o Distrito Sul de Nova Iorque considera que Surur integra uma rede criminal transnacional com base no Uganda e em países fronteiriços.

As autoridades acreditam que Surur e outros organizaram a distribuição, venda e tráfico de cerca de 9,1 toneladas de marfim de elefante e de 189 quilogramas de chifres de rinoceronte entre 2012 e 2019.

Em junho de 2019, uma divisão do Departamento de Justiça dos EUA considerou que o marfim de elefante e os chifres de rinoceronte capturados estão avaliado em mais de sete milhões de dólares (cerca de seis milhões de euros ao câmbio atual).

O material detido ao longo destes anos terá sido extraído recorrendo à caça furtiva ilegal de mais de 35 rinocerontes e 100 elefantes.

As autoridades norte-americanas anunciaram que um dos corréus de Surur, um homem liberiano, já foi extraditado para os Estados Unidos, após ter sido detido no Uganda durante o ano passado. Um cidadão da Guiné-Conacri, suspeito de pertencer à rede, permanece sob custódia das autoridades do Senegal, que analisam a possibilidade de extradição para os Estados Unidos.

Um quarto suspeito, também queniano, continua desaparecido.

Em 1970, o continente africano contabilizava 1,3 milhões de elefantes, tendo este número diminuído para 500 mil devido à caça furtiva e desportiva. Por outro lado, estima-se que o número de rinocerontes em ambiente selvagem tenha diminuído para 30 mil.

Os chifres de rinoceronte têm uma forte procura na China e no Vietname, onde são usados, entre outros, na medicina tradicional ou enquanto afrodisíacos.

Estima-se que o preço possa alcançar os 60.000 dólares (51 mil euros) por quilograma.

Nos últimos anos foram identificadas redes de Vietname, China, Coreia do Sul e Tailândia acusadas de estarem envolvidas no tráfico destes materiais.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório