Meteorologia

  • 29 SETEMBRO 2020
Tempo
20º
MIN 15º MÁX 29º

Edição

Baleares tornam obrigatório uso de máscara mesmo com distância social

O arquipélago espanhol das Baleares, no Mediterrâneo, vai tornar obrigatório o uso de máscaras em todos os espaços públicos, interiores ou exteriores, independentemente da distância social de segurança.

Baleares tornam obrigatório uso de máscara mesmo com distância social
Notícias ao Minuto

13:03 - 09/07/20 por Lusa

Mundo Covid-19

A responsável pela Saúde do Governo regional, Patricia Gomez, disse esta manhã numa entrevista à rádio Cadena SER que o executivo do arquipélago está a ultimar as novas regras de luta contra a covid-19 que deverão entrar em vigor a partir de sexta-feira ou de sábado.

Segundo Patricia Gomez também vão ser limitadas as reuniões a 70 pessoas em espaços abertos e 30 pessoas em espaços fechados.

As Baleares são uma das 17 comunidades autónomas espanholas e um destino de férias popular na Europa, dela fazendo parte as conhecidas ilhas de Ibiza, Maiorca e Menorca.

A obrigação de utilização de máscaras em espaços públicos abertos exclui o uso em praias, piscinas, quando se come ou bebe, na prática de atividades desportivas e aquáticas, bem como quando se tocam instrumentos de sopro.

Na quarta-feira, o Serviço de Epidemiologia das Baleares informou que há nove surtos ativos de covid-19 com 56 infetados nas Ilhas Baleares, um em Ibiza e os restantes em Maiorca, onde foram detetados três novos surtos na última semana.

As Ilhas Baleares vão assim seguir o exemplo da Catalunha, que estabeleceu que a partir de hoje é obrigatória a utilização de máscaras em espaços públicos ou de uso público, haja ou não uma distância de segurança.

As comunidades autónomas espanholas são competentes em matéria de saúde, o que inclui as medidas de luta contra os surtos de covid-19, e na maior parte do território do país a utilização de máscara não é obrigatória, se for respeitada uma distância social de segurança.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 549 mil mortos e infetou mais de 12 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (132.095) e mais casos de infeção confirmados (mais de 3,04 milhões).

Seguem-se Brasil (67.964 mortes, mais de 1,71 milhões de casos), Reino Unido (44.517 mortos, mais de 286 mil casos), Itália (34.914 mortos e quase 242 mil casos), México (32.796 mortos, mais de 275 mil casos), França (29.936 mortos, mais de 206 mil casos) e Espanha (28.396 mortos, mais de 252 mil casos).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório