Meteorologia

  • 05 AGOSTO 2020
Tempo
32º
MIN 19º MÁX 34º

Edição

Homem de 90 anos assume-se gay. "Desejava nunca ter deixado o Phillip"

Kenneth Felts tem uma filha a quem assumiu a sua orientação sexual inadvertidamente durante uma conversa. Agora diz ser "livre".

Homem de 90 anos assume-se gay. "Desejava nunca ter deixado o Phillip"

Kenneth Felts tem 90 anos e, durante quase toda a sua vida, fingiu ser heterossexual. Agora que assumiu a sua verdadeira orientação sexual à família e aos amigos diz ser finalmente "livre". 

Durante a quarentena, o idoso norte-americano decidiu que ia escrever uma autobiografia. Então, as memórias do passado começaram a surgir e, em conversa com a filha, Rebecca, falou-lhe inadvertidamente sobre Phillip, um homem por quem se tinha apaixonado nos anos 50. 

"Depois de um longo dia de escrita, a minha mente estava preocupada e, de alguma forma, disse algo sobre como eu desejava nunca ter deixado o Phillip", revela, citado pelo Good Morning America. "Ela nunca tinha ouvido falar dele antes e, de repente, percebeu". 

Rebecca, filha única de Kenneth, tinha assumido que era lésbica há duas décadas, tendo dado um apoio fundamental e percebendo o que o pai teve de viver: "Fiquei muito contente, pode finalmente ser ele próprio. Mas também me senti terrivelmente triste por ele ter perdido a relação com o Phillip e por não ter sido ele mesmo durante todos estes anos". 

Kenneth Felts sentiu uma 'onda de aceitação' após ter vivido como heterossexual durante nove décadas por "pensar que não tinha outra escolha". 

No Facebook, as mensagens de apoio ao idoso multiplicaram-se após a revelação e houve até quem o ajudasse a tentar reencontrar Phillip.

O amor de Kenneth morreu há dois anos. "Ele agora vive em todos nós", frisou. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório