Meteorologia

  • 04 AGOSTO 2020
Tempo
18º
MIN 18º MÁX 31º

Edição

Hong Kong faz a primeira acusação por violação à nova lei de segurança

As autoridades de Hong Kong acusaram hoje, pela primeira vez, um homem por infrações à nova lei de segurança nacional aprovada esta semana pela Assembleia Nacional Popular.  

Hong Kong faz a primeira acusação por violação à nova lei de segurança

O cidadão de Hong Kong "foi acusado de incitação à secessão e atividade terrorista", precisou a polícia da região administrativa especial através de um comunicado, acrescentando que o homem tem 24 anos, embora os documentos do tribunal indiquem que o acusado tem 23 anos.

Uma fonte policial que pediu anonimato disse que se trata do homem que dirigiu o veículo motorizado que conduzia contra um grupo de polícias, na passada quarta-feira em Hong Kong, durante as manifestações que reuniram milhares de pessoas contra a nova lei.

As manifestações em Hong Kong decorreram precisamente no dia em que se assinalavam também os 23 anos da transferência de soberania da antiga colónia britânica (01 de julho de 1997) para a China.   

As imagens do incidente que foram filmadas pelas estações de televisão locais mostram um homem ao volante de uma mota cor de laranja com um cartaz com uma das palavras de ordem dos movimentos pró-democráticos: "Libertem Hong Kong, esta é a revolução do nosso tempo".  

Segundo a polícia três agentes ficaram feridos. 

O regime de Pequim impôs esta semana sobre a ex-colónia britânica um texto legislativo muito controverso que, de acordo com vários Estados, viola o princípio político "um país, dois sistema" que salvaguarda até ao momento direitos, liberdades e garantias aos sete milhões e meio de cidadãos do território.  

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório