Meteorologia

  • 08 JULHO 2020
Tempo
28º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

George Floyd: Acusações a Chauvin agravadas. Outros polícias acusados

O procurador-geral do estado do Minnesota deverá anunciar ainda esta quarta-feira o agravamento das acusações.

George Floyd: Acusações a Chauvin agravadas. Outros polícias acusados

A procuradoria-geral do Minnesota vai agravar as acusações que recaem sobre Derek Chauvin, o polícia de Minneapolis que se encontra detido pela morte de George Floyd, e vai acrescentar acusações aos outros três agentes que participaram na detenção de Floyd, avança o Star Tribune, que está a citar fontes das autoridades locais. 

O procurador-geral do Minnesota, Keith Ellison, assumiu o caso de George Floyd este domingo. Até então o caso estava sob a alçada da procuradoria do condado de Hennepin

Elisson vai manter a acusação de homicídio involuntário a Chauvin, o polícia que pressionou com o joelho o pescoço de Floyd durante quase nove minutos, mas vai agravar a acusação de homicídio em terceiro grau para uma de homicídio em segundo grau. 

Os outros três polícias envolvidos na detenção de George Floyd - Tou Thao, J. Alexander Kueng e Thomas Lane - não tinham sido acusados anteriormente. No entanto, agora serão acusados como cúmplices na morte de Floyd.

O procurador-geral do Minnesota deverá anunciar o agravamento das acusações ainda esta quarta-feira. Benjamin Crump, um dos advogados de George Floyd, já reagiu à notícia publicada pelo Star Tribune. Num comunicado, Crump adiantou que os outros três agentes da polícia foram detidos. 

"Este é um momento agridoce para a família de George Floyd. Estamos profundamente gratos pelo facto do procurador-geral Keith Ellison ter tomado uma ação decisiva neste caso, detendo e acusando todos os agentes da polícia envolvidos na morte de George Floyd e agravando a acusação contra Derek Chauvin para homicídio em segundo grau", pode ler-se no comunicado. 

Benjamin Crump considera que este é um "passo em frente significativo no caminho para a justiça". O comunicado incentiva o procurador-geral Ellison a continuar a investigação e a agravar a acusação a Chauvin para homicídio em primeiro grau, uma acusação que acarreta a possibilidade de pena de prisão perpétua. 

O procurador-geral Ellison anunciou posteriormente que foram emitidos mandados para as detenções de ThaoKueng e Lane. 

[Notícia atualizada às 20h19]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório