Meteorologia

  • 03 JULHO 2020
Tempo
24º
MIN 16º MÁX 26º

Edição

Ucrânia retoma ligações ferroviárias e voos devem voltar dia 15

A Ucrânia começou hoje a relançar as ligações ferroviárias, após dois meses de paragem devido à pandemia do novo coronavírus e depois de ter reaberto o metropolitano, os centros comerciais e os parques.

Ucrânia retoma ligações ferroviárias e voos devem voltar dia 15
Notícias ao Minuto

12:59 - 01/06/20 por Lusa

Mundo Covid-19

O ministro das Infraestruturas, Vladyslav Kryklii, precisou, através do serviço de mensagens Telegram, que começaram a circular hoje cerca de 40 comboios de longa distância e mais de 200 suburbanos.

Outros comboios recomeçarão a circular em breve, em função do número de casos de covid-19 nas zonas que servem, adiantou.

Para reduzir os riscos de contágio, os passageiros e pessoal dos comboios deve utilizar máscara. Será medida a temperatura à entrada no comboio e as carruagens serão desinfetadas após cada viagem, indicou o serviço de imprensa do operador nacional dos caminhos de ferro.

Nos comboios entre as zonas mais afetadas, só serão vendidos bilhetes para metade dos lugares disponíveis, permitindo o distanciamento social entre os passageiros.

A Ucrânia suspendeu a circulação ferroviária em meados de março no âmbito das medidas de confinamento impostas após a deteção dos primeiros casos de coronavírus no país, um dos mais pobres da Europa e com um sistema de saúde muito degradado.

Kriklii disse ainda na televisão que o país retomará a 15 de junho "os voos internacionais e os internos".

Segundo o ministro, está planeado recomeçar inicialmente a ligação aérea com destinos turísticos, como a Turquia, Grécia e Chipre, entre outros. Itália e Espanha não farão parte do primeiro grupo de países devido à sua situação epidémica.

O governante sublinhou que já existem testes rápidos para os viajantes fazerem quando chegam ao aeroporto de destino, que permitem "uma alternativa à quarentena de 14 dias".

A Ucrânia registou até agora 24.012 infetados, 718 dos quais morreram.

Kiev iniciou na semana passada a segunda fase de desconfinamento, de um total de cinco etapas a concluir até 22 de junho.

Além do reinício da circulação de transportes públicos, a segunda fase inclui a realização de competições desportivas com menos de 100 participantes e sem espetadores e a reabertura de hotéis.

A pandemia de covid-19, transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro em Wuhan (China), já provocou mais de 370.000 mortos e infetou mais de seis milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço da agência France Presse. Mais de 2,5 milhões de doentes foram considerados curados.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório