Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2024
Tempo
16º
MIN 13º MÁX 17º

Covid-19: Reino Unido com mais 468 mortes nas últimas 24 horas

O registo diário de óbitos por Covid-19 no Reino Unido subiu este sábado, em relação a sexta-feira. Número total é agora superior a 34 mil.

Covid-19: Reino Unido com mais 468 mortes nas últimas 24 horas
Notícias ao Minuto

15:04 - 16/05/20 por Anabela Sousa Dantas com Lusa

Mundo Reino Unido

O Reino Unido registou mais 468 mortes de pessoas infetadas pelo novo coronavírus, aumentando para 34.466 o total de óbitos durante a pandemia Covid-19, informou hoje o Ministério da Saúde britânico.

O total de casos de contágio identificados aumentou 3.450 para 240.161, de acordo com a mesma fonte, números que são referentes às últimas 24 horas até às 9h deste sábado.

Na sexta-feira, a variação diária tinha sido de mais 384 mortes e mais 3.560 infetados.

As autoridades dão ainda conta da realização de 136.486 testes nas últimas 24 horas. 

No total, desde o início da pandemia no país, foram testadas 1.742.028 pessoas, das quais 240.161 obtiveram resultado positivo.

O executivo autorizou, na quarta-feira, o levantamento de algumas restrições em Inglaterra, embora as autoridades autónomas das outras três regiões do Reino Unido - Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte - mantenham as medidas de confinamento.

Desde esse dia, os ingleses podem sair de casa mais de uma vez por dia para fazer exercício físico, mas o Governo pediu à população que só vá trabalhar se não puder fazê-lo em casa e que evite, na medida do possível, usar transportes públicos.

Os transportes constituem uma das principais preocupações do Governo, especialmente na capital britânica, pelo que foi pedido às pessoas que optem por andar a pé ou de bicicleta.

Nos últimos dias, a taxa de transmissão do coronavírus por cada infetado (R), dado vital para decidir o levantamento gradual das medidas de quarentena, subiu para a faixa de 0,7 - 1, acima do intervalo 0,5 a 0,9, onde estava na semana passada, segundo as autoridades.

Alguns especialistas alertaram para o perigo de R atingir ou exceder 1, já que torna muito mais fácil a propagação do vírus.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório