Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2020
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 19º

Edição

Produtores instam belgas a comerem mais batatas fritas

Os produtores de batatas na Bélgica estão a ser particularmente afetados pela pandemia de coronavírus.

Produtores instam belgas a comerem mais batatas fritas

Para a união de produtores de batatas da Bélgica, Belgapom, trata-se de uma questão de sobrevivência. O setor é um dos maiores exportadores da economia belga e está a enfrentar uma grande crise. Com restaurantes e mercados fechados e os festivais da primavera e do verão cancelados, as encomendas caíram de forma drástica. Nesta altura, cerca de 750 mil toneladas batatas estão acumuladas em armazéns espalhados pelo país. 

Como tal, Romain Cools, um dos responsáveis da Belgapom, apelou aos belgas para consumirem batatas fritas - uma das iguarias do país - com mais frequência. 

"Vamos todos comer batatas fritas duas vezes por semana, em vez de apenas uma", pediu Cools. 

Para além da quebra em termos domésticos, as exportações das batatas belgas também foram penalizadas. Habitualmente, as empresas belgas exportam 1,5 milhões de toneladas de produtos de batatas para 100 países. 

De forma a que nem todas as batatas armazenadas corram o risco de apodrecer, a Belgapom vai oferecer 25 toneladas de batatas por semana a bancos alimentares da Flandres.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório