Meteorologia

  • 17 SETEMBRO 2021
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 26º

Edição

Cães e gatos vão deixar de ser comida para humanos na China

Decisão foi tomada após já ter sido proibido em fevereiro o comércio e consumo de animais selvagens, prática suspeita da disseminação do novo coronavírus.

Cães e gatos vão deixar de ser comida para humanos na China

Cães e gatos, cuja carne é consumida por uma minoria do povo chinês, foram excluídos pela primeira vez de uma lista oficial de animais comestíveis.

No texto, publicado num projeto de lei proposto pelo Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais, estão também incluídos suínos, bovinos, ovelhas, aves e camelos. E, em particular, especifica-se que o termo "gado" se refere a animais que "foram domesticados e mantidos por um longo tempo", a fim de obter produtos como carne, ovos e peles para fins medicinais e militares.

A decisão foi tomada após já ter sido proibido em fevereiro o comércio e consumo de animais selvagens, prática suspeita da disseminação do novo coronavírus. Nos últimos dias, Shenzhen foi a primeira cidade chinesa a proibir o consumo e o comércio de carne de cães e gatos.

O projeto de lei a nível nacional está em fase de "consulta aberta" ao público para sugestões e possíveis melhorias, mas já representa um ponto de viragem, após o flagelo da Covid-19 no país, assim como pelo peso que os animais de companhia ganharam neste período de quarentena. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório