Meteorologia

  • 28 MAIO 2020
Tempo
26º
MIN 20º MÁX 33º

Edição

Icónico hotel Copacabana Palace fecha pela primeira vez em 97 anos

O hotel Copacabana Palace, um dos ícones da cidade brasileira do Rio de Janeiro, fechará as portas temporariamente após 97 anos de serviços ininterruptos por causa da pandemia do novo coronavírus.

Icónico hotel Copacabana Palace fecha pela primeira vez em 97 anos
Notícias ao Minuto

17:28 - 09/04/20 por Lusa

Mundo Covid-19

Numa reportagem publicada pelo jornal 'O Globo', Andrea Natal, diretora do grupo que administra o Copacabana Palace, contou que a decisão de não receber mais hóspedes até ao mês de maio foi provocada pela queda de reservas em março, quando o Rio de Janeiro e outras metrópoles do país iniciaram ações de distanciamento social para evitar a proliferação da covid-19.

"A nossa previsão de ocupação para março era de 70% e fechámos o mês com 36%. Até começámos bem, mas a partir de meados do mês, quando o turismo global começou a ser mais afetado, com muitos cancelamentos de voos, a queda foi abrupta", explicou Andrea Natal.

Localizado em frente à praia de Copacabana, este hotel ficou conhecido pelo luxo e por hospedar celebridades internacionais que visitam o Rio de Janeiro. O local também acolhe alguns dos mais importantes eventos sociais do país.

A situação do Copacabana Palace repete-se em outros hotéis brasileiros.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), pelo menos 25 hotéis no Rio de Janeiro devem interromper as suas atividades até ao final de abril e, em São Paulo, pode acontecer o mesmo, já que na semana passada a taxa de ocupação foi de cerca de 5%.

Um levantamento divulgado na última quarta-feira pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) indicou que o setor do turismo como um todo perdeu 11,9 mil milhões de reais (2,1 mil milhões de euros) em volume de receitas somente na segunda quinzena de março no Brasil.

O dado indica uma queda de 84% na faturação face ao mesmo período de 2019. Somado ao prejuízo de 2,2 mil milhões de reais (400 milhões de euros) na primeira metade de março, divulgado pela CNC no mês passado, o turismo no Brasil já perdeu mais de 14 mil milhões de reais (2,5 mil milhões de euros) em receitas desde o início da crise causada pela pandemia.

O Brasil registou um novo recorde diário com 133 mortes e 2.210 infetados pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, totalizando agora 800 óbitos, informou na quarta-feira a tutela da Saúde.

Além das 800 vítimas mortais, o Brasil tem agora 15.927 casos confirmados de infeção pela covid-19.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,5 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram quase 89 mil.

Dos casos de infeção, mais de 312 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório