Meteorologia

  • 26 JUNHO 2022
Tempo
21º
MIN 14º MÁX 22º

China regista três novos casos de contágio local e 59 importados

A China registou 62 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, incluindo três de contágio local, nas últimas 24 horas, um aumento significativo face aos dias anteriores, informou hoje a Comissão Nacional de Saúde chinesa.

China regista três novos casos de contágio local e 59 importados
Notícias ao Minuto

06:19 - 08/04/20 por Lusa

Mundo Covid.19

O número total de novos casos quase duplicou face ao dia anterior, quando se fixou nos 32. Os três casos de contágio local foram detetados nas províncias de Shandong, no nordeste do país, e Guangdong, que faz fronteira com Macau.

A mesma fonte indicou que, até à última meia-noite local (17:00 em Lisboa), morreram mais duas pessoas devido a infeção pelo novo coronavírus, depois de, na terça-feira, o país ter registado, pela primeira vez desde janeiro passado, zero óbitos.

Segundo os dados oficiais, o número total de infetados diagnosticados na China, desde o início da pandemia, é de 81.802, entre os quais 3.333 morreram e 77.279 tiveram alta após superarem a doença.

O país asiático soma assim 1.190 casos ativos, entre os quais 189 continuam em estado grave.

Muitos chineses radicados no exterior estão a voltar ao país, à medida que a doença se alastra pelo resto do mundo, pelo que a China passou a contar com centenas de casos importados.

Desde o início do surto, em dezembro passado, 715.854 pessoas em contacto próximo com infetados estiveram sob vigilância médica na China, entre os quais mais de 13.334 permanecem sob observação.

A China revelou ainda que detetou 137 novos casos assintomáticos, elevando o total para 1.095. A Comissão Nacional de Saúde só começou na quarta-feira passada a divulgar o número de pessoas infetadas, mas que não têm sintomas.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou cerca de 1,4 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 80 mil.

Dos casos de infeção, cerca de 260 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório